Responda Primeiro As Perguntas Mais Óbvias Do Seu Negócio 

Quando se cuida de um pequeno negócio é fácil se deixar levar por milhares de pequenas coisas que parecem prioridade e detalhes que precisam ser resolvidos antes que outras decisões possam ser tomadas. Ou isso é o que nós geralmente somos levados a pensar. Mas, na verdade, o mais importante é responder primeiro as perguntas mais óbvias, pois, por uma série de motivos, elas contém as respostas que você mais precisa para emplacar o negócio.

Em primeiro lugar, questões óbvias geralmente são assim por um motivo simples: elas são tão importantes que não podem ser ignoradas. Ser lembrado disso faz toda a diferença, porque a partir daí você, como empreendedor, entende que não precisa resolver mil e um pequenos detalhes para o negócio dar certo, eles são apenas detalhes. Primeiramente, o seu papel é se concentrar em acertar o principal, o óbvio. É aquela velha (e sábia) ideia de fazer primeiro o “arroz com feijão”.

Por outro lado, quando uma startup deixa de executar o óbvio e passa a dar atenção demais a coisas menos importantes o resultado é o pior possível: perda de foco, falta de motivação e falhas estratégicas que podem levar ao destino final indesejado por 100% dos empreendedores, o fracasso. Por isso, defina exatamente o que parece óbvio para o seu negócio e execute isso muito bem. Não se esqueça do que faz o seu negócio funcionar, as coisas que são tão importantes que não podem ser ignoradas e, só então, adicione detalhes que podem diferenciar a sua proposta do que já existe por aí.

Em segundo lugar, ao realizar o trabalho de fundação se estabelece uma base sólida que facilita muito a expansão e desenvolvimento da startup no seu caminho para se tornar uma empresa saudável, o que não é fácil de se conseguir, tendo em vista o ambiente ágil e competitivo comum a esse tipo de empreendimento. Com essa base formada, o moral da equipe aumenta a medida que o planejamento vai sendo executado com sucesso e as peças vão se encaixando. Esse é o momento de explorar novas possibilidades e responder a questões menos importantes, mas que podem fazer diferença, de acordo com o momento em que o negócio se encontra.

E por fim, a culminação de tudo isso é que a proposta de valor do negócio vai se tornando cada dia mais clara e definida, tanto para os colaboradores quanto clientes, possíveis investidores e qualquer um que se depare com o projeto. Portanto, o simples fato de entender quais são as perguntas mais óbvias no início da operação e se concentrar em respondê-las bem, faz grande diferença no tipo de ação que poderá ser tomada depois.

Finalmente, podemos dizer que fazer a lição de casa no começo vai dar mais força e autonomia para o empreendedor explorar, experimentar e arriscar quando chegar o momento mais apropriado para isso. Ele terá uma posição estratégica privilégiada, uma equipe motivada e saberá usar os recursos de forma sábia para potencializar o alcance das ações e ampliar o negócio de forma eficiente e sustentável.

Contrato Certo

Contrato Certo

Sobre o Guest:

Daniel Moraes cria soluções digitais simplificadas para PMEs no Status: Livre, escreve sobre startups e design no Medium e desenvolve o Contrato Certo, um serviço digital que visa ser a melhor conexão entre empresas e clientes na internet.
Links: 
Status: Livre – www.statuslivre.com
Contrato Certo – www.contratocerto.com