EMPREENDIMENTO, RETORNO JÁ.

O que aprendemos na administração é que o retorno de algum investimento é definido em:

Curto, Médio e Longo Prazo.

Curto Prazo: Menos de 1 ano

Médio Prazo: de 1 a 5 anos

Longo Prazo: No mínimo 5 anos

 Com toda certeza as Startups se enquadram no Médio/Longo Prazo, podem ser raros os casos de retorno em Curto Prazo, então baseado nisto criei uma nova definição de Retornos:

Retorno Já: Capital suficiente para sair com a namorada, compra uma camisa a cada 3 meses, comer apenas pastel, aluguel, dormir no colchonete, sem ostentação, sem carro e o restante transformar a ideia em MVP. (ou esse vem do empreendedor, da família para sustentar ou do Anjo)

Ouvi o João Kepler uma vez: “… o cara vem me pedir investimento com a chave do carro pendurada..”.

Retorno Médio/Longo prazo: O capital da total independência financeira, aquisições, viagens, entretenimento, novos empreendimentos, qualidade de vida, empreendedor com resultados, o Rei do Camarote e outros.

Então defini o bootstrapping como uma estratégia pessoal, baseado nas experiências anteriores, sobre produtividades, mapeamento de processo, execução, delegação, time e outros.

Aprendi isso na carreira que deixei para trás de Account Manager/LATAM (multinacional Indiana) em uma operação de BPO – F&A, com uma equipe de 45 FTE, e fui fisgado pelo empreendedorismo.

Caso Prático:

Quando comecei a ouvir: “Tu tem que ir atrás de investidor”, eu sempre digo: “enquanto eu não gastar todo meu recurso para ter certeza, não consigo pedir dinheiro para ninguém, só para os bancos” rsrs,

Investi 70k na compra de uma carreta, no 15º dia tive um retorno de 30% na primeira viagem, após 35 dias caixa de 18k (2 horas de dedicação dia), foi ai que descobri que o negócio de Retorno Já seria o Investidor Anjo dos projetos de Startup, e investi também na itradebrazil.com, importadora&exportadora que são meus caixas hoje, que estão bancando os projetos startups existentes até o período de validação, para quando tiverem na maturidade correta buscar aportes maiores.

Até chegar o ponto de investir 70k em algo de Retorno já, eu já tinha perdido XXX,00 K nos projetos de médio/longo prazo, com isso o Fluxo de Caixa estava minguado, e o Retorno Já coopera na recorrência.

Porque eu mencionei isto?

– Empreender é “se virar” o máximo que você puder e não simplesmente recorrer a recursos de terceiros sem ao menos ter suado a camisa, você dará mais valor na aplicação do recurso.

– Antes que critiquem dizendo que gerenciar mais de um projeto não da certo, eu apenas direi da certo com duas palavras: LIDERANÇA E DELEGAÇÃO.

– Nunca vá até um investidor com: Uma camisa da Hollister, chave do carro no bolso, um relógio, mostre que você já investiu tudo e com o CNPJ.

 – Eu não tenho família rica, ou seja, se meu recurso acabar e não tiver mais de onde tirar o final é retornar para Carteira de Trabalho, então preciso me virar.

 – Se quiser mesmo ser empreendedor decore e aprenda a definição de: FLUXO DE CAIXA

paulo bobs

Paulo Bobs

 

Sobre Paulo Bobs:

Paulo, 29 anos, formação Ciência Contábeis e Administração, especialização Perícia Contábil, Especialização em SAP (CO/FI).  Auditor, Account Manager (LATAM) experiência em multinacional indiana, consultoria, BPO – F&A, Offshore e outros, porém hoje Empreendedor e não sei escrever para blogs.

Linkedin: https://www.linkedin.com/profile/view?id=61415529&trk=nav_responsive_tab_profile

Quero Escrever um Guest Post para o Startups Stars