Depois de uma maratona de organização de hackathons e eventos de inovação, Fernado Tomé e Marcia Golfieri deixaram o prédio da FIESP, na Paulista, em 24 de agosto, com uma certeza quase poética: Inovar é preciso!

A atuação conjunta começa com o Hackatec, na Escola de Negócios do SEBRAE, passa pela atuação voluntária do 4o Hackathon na FIESP e já tem agora agendada a co-organização do Hackathon do Tribunal de contas do Estado, e, o mais democrático dos eventos, o PaulistaHack.

Inspirados nas conversas com grandes expoentes da inovação do país nos corredores dos eventos que organizam pensaram em ocupar, por que não, a rua como espaço para o encontro. Lala Dehanzelin, Augusto de Franco, Oswaldo Oliveira, Daniel Marigliano, Luciano Meira, Diego Remus, Roberto Civile, Luis Leão, Claudio Pinhanez, Pedro Markun, Tiago Eugênio além de tantos outros inovadores, emprestaram seus ouvidos e ideias para que o movimento interativo surgisse.

Desenvolvedores, investidores, homens de negócios, evangelizadores, co workers, TEDxOrganizers representantes de outros movimentos também foram ouvidos e estão pouco a pouco integrando o coletivo de loucos inspirados pela iniciativa.

Foram lançados 5 pontos iniciais para ação, que devem se ampliar e modificar a medida que o movimento se forma, dentre eles a ocupação do espaço público de forma mais permanente, o incentivo fiscal e o Wi-Fi free em toda a extensão da avenida.

Uma outra certeza persiste: “a rua precisa mais das pessoas do que as pessoas da rua”, sendo assim criar um espaço de encontro permanente para inovadores que coloque a Paulista de vez no radar de iniciativas de inovação pode ser crucial para fomentar um ambiente mais favorável para a “indústria criativa” no Brasil.

Outros dos pilares são importante para o grupo: o primeiro é que a inovação surge em ambientes colaborativos e maduros, onde a cultura da competição é superada. Os grandes players já colaboram, mas as novas StartUps por vezes tem muito medo de dividir dúvidas com seus concorrentes ignorando que há toda uma agenda setorial a ser desenvolvido. O segundo pilar diz respeito a desmitificação da ideia genial. É preciso ter ideias inovadoras, mas é preciso ter capacidade de execução e entrega.

“Isto não é um plano de curto prazo, toda grande mudança começa com o primeiro passo e o primeiro passo, nesse caso, é este encontro”, afirma Jean Lucas Monteiro Lima, que também faz parte do time que toca este primeiro evento.

O evento gratuito, que Lala definiu como uma mani-festa-ação, deve acontecer no dia 23 de setembro sob o vão do MASP, a partir das 19 horas. A infra estrutura foi montada colaborativamente e a programação deve incluir palestras, pitches, muita interação e networking dirigidos além de música, dança e comidinhas.

Os idealizadores adorariam que este convite fosse visto como um chamado por inovadores, curiosos, loucos.

Só sonhando junto que se sonha grande.

Confirme sua participação em: https://www.facebook.com/events/1617399575199396/

Mais informações em:

https://www.facebook.com/events/1617399575199396/

http://www.meetup.com/pt/IdeiasemInovacao/events/225050267/

‎Thiago Butignon

‎Thiago Butignon

Sobre nosso convidado:

Thiago Butignon é um entusiasta por Startup’s, Empreendedorismo Social e Inovação.

Participe do GuestPost! =)