Oi gente!

Hoje li um post muito interessante, escrito pelo Carlos Matos, do Startupeando, que se chama ” A Perigosa Ilusão dos Eventos de Startups“.. Eu adorei o que ele escreveu e pedi autorização ao autor para comentar.. Ele me deu e “cá” estou!

Bom, logo na hora me lembrei de um e-mail que recebi “te pago x reais para gravar uma webaula de como começar uma startup” e o sabe o que respondi? Como eu posso fazer uma webaula de algo que eu não sei? Ainda insisti em fazer algo relacionado à vendas, mas o canal não gostou muito. Se tivesse sido com você? Ou com algum desses “personagens” que o Carlos citou no post?

Sobre os eventos, eu tenho uma “caidinha” pelo HappyAje, que tive a oportunidade de participar aqui em Salvador. Ele tem um objetivo principal: negócios. Onde em eventos de startups vemos isso? Vou explicar como eles organizam. De acordo com o perfil de cada um, os organizadores (muito comprometidos e sérios), separam as pessoas por números e afinidades.. Quando cada um chega, vai para a mesa correspondente ao seu número, nada de sentar com a “galera”. Eles chamam isso de rodada de negócios… Depois, a pessoa troca de mesa para conhecer um novo grupo.

Desde dezembro, como vim para Salvador, tive a oportunidade de conhecer outras turmas, que realmente se importam em fazer do empreendedorismo, uma coisa séria.. Já conhecia alguns, mas cada dia mais, estou preocupada em estar perto daqueles que estão com essa prioridade: desenvolver, ajudar, compartilhar e claro, crescer.

Temos muito o que aprender e precisamos amadurecer todos os dias, se você quer largar tudo e ser palestrante, ótimo! Assuma, invista nisso e seja melhor do que uma landingpage desatualizada. Continuo com meu discurso de menos mimimi e mais ação.

O último tópico que quero falar é sobre mentorias. Quando comecei o blog, fui convidada a ser mentora de uma aceleradora e eu nem sabia ao certo o que era isso.. mas achei um máximo.. Porém, um grande amigo, empreendedor me disse “mas você não pode ser mentora, você não tem uma startup de sucesso”.. E ele estava certo. Recusei o convite e fui me descobrir nesse meio em como eu poderia ajudar.. que é o meu “case de sucesso”: vender. Porém, conheço diversos mentores, ex: advogados que ficam dado palpite em estratégia de vendas etc. Como você não quer confundir a cabeça dos recém-empreendedores? É mais do que comum esse tipo de coisa, principalmente em eventos como o weekend..

Você que deseja ser mentor, tenha cuidado na hora de orientar alguém, pois a ideia e a empresa não são suas! Seja sutil e oriente o empreendedor, de modo que ele possa tomar suas próprias decisões.

Carlos, sou leitora do Startupeando.. Admiro muito a forma como escreve e como conduz suas matérias! Que possamos ajudar sempre mais empreendedores sendo fonte de notícias, coisas boas e até, puxões de orelha!

Um beijo

Talita Lombardi

Instagram Talita Lombardi

Twitter: @talilombardi

E-mail: talita@startupsstars.com

Fan Page do Startups Stars

Blog de Empreendedorismo

Startups Stars no Google +