Olá startupeiros!

Como estão? Hoje com muita felicidade, trago uma entrevista com um cara incrível! Ele é super empreendedor e representa nada mais nada menos que a UP Global aqui no Brasil.. Em outras palavras, o Startup Weekend (um dos programas ligados ao UP). Ele viaja como ninguém, fomentando o ecossistema empreendedor pelo país afora, junto ao inseparável e não menos competente, André Hotta! Posso afirmar que o ecossistema tem crescido pela força desses meninos-executivos e toda a galera que colabora, como os Facilitadores, Organizadores e claro, os Participantes.. Pois a partir de métodos, ensinam a transformar uma ideia em uma startup! Conheçam um pouco mais sobre meu amigo Anotnio Celestino!

Talita – Tony, para quem ainda não te conhece, faz um “pitch” virtual sobre sua carreira

Tony – Comecei a empreender desde cedo, meu avô era proprietário de indústria e meu pai empresário, isso ajudou a me manter ligado no mundo dos negócios. Ajudei meu pai a fundar um provedor de internet em 1999 e depois uma concessionária de motocicletas. Então, resolvi profissionalizar meu hobby como programador e abri uma empresa de desenvolvimento de aplicativos mobile. Foi ai que conheci o mundo das startups e do empreendedorismo digital. Iniciei o movimento empreendedor Startup AL junto a alguns colegas de Maceió, que depois viria a ser conhecido como Sururu Valley. Como eu queria aprender mais sobre tudo isso, resolvi passar um tempo em Mountain View, no Vale do Silício, para aprender sobre a cultura e o ecossistema de lá. Quando voltei para o Brasil organizei o primeiro Startup Weekend Maceió e em Novembro de 2013 fui convidado para abrir e dirigir o escritório da UP Global aqui no Brasil.

Talita – Como é conciliar a vida de Country Manager da UP e fazer parte de uma das startups que mais cresce no Brasil, a LoteBox?

Tony – Quando fundei a Lotebox, durante o Startup Weekend Recife, junto aos meus sócios Luiz Gomes e Eduardo Carvalho, nenhum de nós tínhamos dedicação total ao negócio, mas a Lotebox foi ganhando corpo rapidamente e nós percebemos como nosso negócio poderia evoluir com um pouco mais de dedicação. A minha contratação para ser Country Manager da UP Global aconteceu na mesma época que a Lotebox foi selecionada para o Startup Chile e logo depois para o SEED de Minas Gerais. Resolvemos escolher o SEED como processo de aceleração para a Lotebox. Como minha atividade de Country Manager iria atrapalhar o desenvolvimento da Lotebox, eu decidi em conjunto com o Luiz e Eduardo que eu não iria mais fazer parte ativa da startup, mas iria continuar apoiando em decisões estratégicas, contatos e financeiramente. Hoje minha dedicação é voltada para o desenvolvimento e consolidação da UP Brasil. Como todo empreendedor eu ainda sonho em voltar a dirigir meu próprio negócio, seja a Lotebox ou alguma outra startup, mas no momento, pelo menos no curto prazo, vou continuar a me dedicar a UP Brasil e a sua causa, de tornar o empreendedorismo algo acessivel a todos.

CASE2014

Stand da UP Brasil no CASE 2014

Talita – O Startup Weekend está em todos os lugares do Brasil, como você enxerga o trabalho que a UP tem feito com esses novos empreendedores?

Tony – Nosso trabalho é permitir que qualquer pessoa tenha a oportunidade de experimentar o que é ser um empreendedor, na prática. Para muitos dos participantes o Startup Weekend é o primeiro contato com o empreendedorismo, isso é muito gratificante para nós. Porém é importante observar que nós fomentamos a base de uma jornada que precisa ter continuidade, e são os próprios empreendedores locais que devem se unir para criar a densidade necessária para a mudança de cultura de suas regiões. Diversas pesquisas já comprovaram que o brasileiro é um povo empreendedor e criativo, mas que possuem diversas barreiras, sociais, econômicas e culturais. O Startup Weekend facilita a quebrar essas barreiras e permite que qualquer pessoa saia de um evento com uma boa noção do que significa e do que é preciso para ser um

empreendedor.

Talita  – Quais são os objetivos para o ano de 2015 que vocês tem para o Brasil?

Tony – Saímos de 19 edições do Startup Weekend em 2013 para quase 70 em 2014. No primeiro ano de existência do escritório no Brasil, nosso objetivo é continuar crescendo mas agora com um foco maior na qualidade, sustentabilidade e no legado que estamos ajudando a criar nas regiões que atingimos. Para isso, contamos com um grupo excepcional de organizadores e facilitadores voluntários que estão ajudando a desbravar o Brasil e levar essa cultura para todos os cantos. Temos edições desde o Rio Grande do Sul até o Acre, passando por diversas metrópoles, e regiões como o sertão nordestino e interior do país.

Talita – Para quem ainda não participou de um Weekend, fala quais as coisas mais importantes que a pessoa pode aprender lá;

Tony – É uma experiência muito forte, que costuma impactar as pessoas e muitas vezes causar mudanças consideráveis em suas vidas. Nosso convívio social impõe muitas restrições e limites para o que podemos fazer, durante o Startup Weekend nossos facilitadores são experts em quebrar essas restrições, limites e desafiar as pessoas a irem além do que elas acreditam ser possível, é uma verdadeira montanha-russa. Na minha opinião, além de aprender diversas técnicas e ferramentas para desenvolvimento de negócios, o maior ganho que alguém pode ter durante um Startup Weekend é o auto conhecimento, sair de sua zona de conforto e descobrir o que você realmente é capaz de fazer.

Nota

Sou sua fã amigo!! Que o Startup Weekend dobre de tamanho no ano que vem! Sempre que eu puder, vou participar, pois acho que o Weekend é um divisor de águas para os que participam e ajudam! Obrigada!!!!!!

up global

Sobre a UP Brasil

“UP Brasil é dedicada a fomentar o empreendedorismo, liderança de base e comunidades de startups através de programas como Startup Weekend e NEXT.”

FanPage da UP Brasil

Beijos

Talita Lombardi

@talilombardi

talita@startupsstars.com

Fan Page do Startups Stars

Minha Fan Page

Menina Executiva