Aprenda com o mundo das startups

A comunidade empreendedora tem falado bastante sobre as startups. Mais do que isso, ela tem vivido as startups em sua essência.

Também não é para menos! Essas empresas em fase embrionária estão crescendo a todo vapor e dando um novo fôlego ao empreendedorismo mundial, afinal, as startups se configuram como uma bela oportunidade para concretizar ideias inovadoras.

Já ouviu falar sobre startups, mas não sabe muito bem o que elas são e como elas funcionam? Continue lendo o nosso artigo e descubra 5 coisas que você precisa saber sobre esse novo e ascendente modelo de negócio!

O Termo Startup não Surgiu Agora no Brasil

As startups brasileiras são relativamente recentes, mas esse modelo de negócio não é tão novo no nosso país como a maioria das pessoas pensam. As startups existem nos Estados Unidos há muito tempo e o termo startup começou a ser usado por aqui há quase duas décadas, desde quando a bolha da internet (entre 1996 e 2001) aconteceu.

Nem toda Empresa em Fase Inicial é uma Startup

Apesar de muita gente associar o nome startup a uma empresa pequena, em fase inicial e com baixos custos operacionais, o significado de startup não se limita a isso. Startup é uma companhia em fase embrionária, ou seja, em fase de desenvolvimento e amadurecimento.

Trata-se de negócios que estão se estabelecendo no mercado e se formando com base em ideias inovadoras. Startups são empreendimentos muito promissores, do ponto de vista estratégico, mas normalmente, possuem limitações financeiras e espaciais no início da sua implantação, apesar das grandes possibilidades de lucros.

Em outras palavras, isso quer dizer que uma empresa recém-aberta e já formada, com um conceito definido, poucas limitações e uma área de atuação já massificada não é uma startup. É apenas um empreendimento novo.

As Startups Envolvem Riscos

Por serem empresas jovens e sem total maturidade, as startups envolvem certos riscos. Para alguns especialistas, a melhor definição de uma startup é justamente a de um grupo de empreendedores em busca de um modelo de negócios escalável, atuando em condições de incerteza.

De fato, abrir uma startup, por mais genial que seja a sua ideia central, não é garantia de sucesso. Muitas dessas empresas acabam tendo que pivotar o plano de negócio e redirecionar o projeto.

Startups Não Dependem Apenas dos Seus Fundadores

Para que uma startup seja bem-sucedida, é preciso muito mais do que as boas ideias de seus fundadores. Na verdade, é necessário que a companhia conte com a ajuda de investidores anjos e programas aceleradores, além de uma equipe alinhada na gestão estratégica do negócio. Uma boa maneira de conseguir parcerias de sucesso e alavancar bons resultados nas startups é participar de eventos e programas, nos quais o potencial da empresa possa ser expresso.

O Mercado Brasileiro é Favorável Para a Abertura de Startups

O cenário brasileiro é muito favorável para a abertura de startups, prova disso é que, atualmente, o empreendedorismo centrado nesse modelo de negócios movimenta bilhões de reais todos os anos. Outro fato interessante é que o número de investidores anjos no Brasil cresceu cerca de 25%, somando mais de 600 milhões de reais em investimentos.

Esse modelo de negócios é ideal para empreendedores com poucos recursos financeiros, mas com muitos sonhos e ideias. Isso, por si só, já torna as startups especiais, concorda? Compartilhe as suas opiniões conosco pelos comentários!

e logo

e logo

Sobre o Guest Blogging

“Texto colaborativo enviado pelo pessoal do eAdministração (http://www.eadministracao.com.br/). Um blog sobre Empreendedorismo, Finanças e Negócios.”

http://www.startupsstars.com/