Boa Noite!

Confesso que essa startup foi amor a primeira vista, o Cabe na Mala. Bom, para quem vive longe da família, quem vive viajando, que gosta de comprar etc, é uma startup fundamental. Vocês vão entender com o vídeo que saiu hoje e a Marcela Kashiwagi fez questão de compartilhar conosco. Ela é a CEO e uma super Engenheira de computação, direto do Rio de Janeiro.. Cabe na Mala.

[youtube id=”http://youtu.be/jha2Vw333bg” width=”600″ height=”350″]

O que é o Cabe na Mala e como surgiu a ideia?

“O Cabe na Mala é uma plataforma de logística colaborativa, que une pessoas que querem produtos de outras cidades ou países e viajantes que tem um espaço na mala e podem trazê-los.

A ideia surgiu em 2011, quando eu estava prestes a viajar para Boston. Vários amigos me mandaram listas de encomendas e isso acontecia com frequência. Notei que poderia ser uma oportunidade de negócio. Lá em Boston fui estudar na Babson College, faculdadecabe de empreendedorismo. Fiquei com a ideia na cabeça e queria aplicar tudo o que tinha aprendido lá.
Já havia trabalhado com a Ana Paula, co-fundadora, em outros projetos. Eu ficava responsável pelo desenvolvimento e ela pela parte comercial e de marketing. Conversei com ela e apresentamos a ideia em dezembro de 2012 no Startup Weekend. Naquele final de semana outros desenvolvedores e designers se juntaram ao time e desenvolvemos o protótipo. Depois do startup weekend seguimos apenas nós duas e lançamos a primeira versão em janeiro de 2013.”

Qual a situação atual da sua empresa e o que você busca para sua startup

“Até agora usamos apenas recursos pessoais, além do nosso tempo. Estamos na fase onde iremos escalar o negócio. Já vimos que há interesse no serviço, alcançamos um bom número de usuários e transações para saber que é viável. Agora, buscamos investimento para crescer rapidamente, investindo em marketing, adquirindo mais usuários e entregas concluídas. Preferencialmente, uma aceleradora, pois mais importante que o dinheiro é a mentoria de empreendedores que já tiveram experiências semelhantes e os contatos que eles possuem.”

Como funciona o acompanhamento de onde as pessoas estão com os produtos das outras pessoas?

“No momento em que o solicitante e o viajante acertam data e local de entrega, o solicitante realiza o pagamento para o Cabe na Mala, incluindo o valor do produto, taxa de operação do site e recompensa do viajante. A partir daí, eles podem entrar em contato diretamente para saber a situação do pedido. No momento em que o viajante entrega o pedido, o solicitante nos avisa e nós liberamos o valor ao viajante.”

Como pretendem monetizar a empresa de vocês?

“O Cabe na Mala é grátis para cadastro de usuários, produtos e viagens, e tem uma taxa de operação de 10% sobre o valor total pago pelo solicitante, somente quando o viajante aceita trazer o pedido.”
Pode apresentar seu time que quiser.

“Marcela Kashiwagi – 24 anos, engenheira de computação;
Ana Paula Lessa – 21 anos, estudante de comunicação”
Qual a função social da Cabe na Mala?

“O Cabe na Mala quer ajudar na logística de produtos dentro do Brasil e do exterior para o nosso país. Sabemos que muitos itens não são encontrados em determinadas regiões e que o alto valor de frete acaba tornando inviável. A plataforma tem por objetivo solucionar esse problema, criando uma comunidade onde os usuários possam confiar a alguém suas encomendas, recebendo seus produtos rapidamente e com um valor de entrega muito menor.”

logo (1)

Site: http://cabenamala.com.br/

Fase: O que aconteceu com o CabeNaMala?

Facebook: https://www.facebook.com/CabeNaMala

Twitter: @cabe_na_mala

E-mail: contato@cabenamala.com.br

Marcela, me dá muito prazer compartilhar startups colaborativas aqui no blog! Parabéns e muito Sucesso para vocês!

Até amanhã

Bjs

Talita Lombardi

Instagram Talita Lombardi

Twitter: @talilombardi

E-mail: talita@startupsstars.com

Fan Page do Startups Stars

Blog de IntraEmpreendedorismo

Youtube para Empreendedores