7 hábitos que cresceram com a quarentena

Os hábitos mudaram desde que a pandemia de COVID se espalhou e a Organização Mundial da Saúde sugeriu a necessidade do isolamento social.

Nesses seis meses de 2020 aconteceram muitas mudanças no cenário mundial, incluindo novos hábitos para pessoas, comércios e até mesmo política.

Foi então que o Twitter levantou com dados da própria plataforma durante o primeiro semestre de 2020. O estudo mostrou algumas das principais mudanças em relação às conversas e tweets.

A tecnologia que aproxima

À primeira vista, o distanciamento social pode ter afetado as pessoas fisicamente, mas as redes sociais foram uma ferramenta de aproximação.

As videoconferências que antes eram usadas apenas para trabalhar, correto? Agora se tornaram aliadas dos grupos de amigos que queriam fazer encontros online. Quem não se lembra das lives de shows do começo da quarentena?

Segundo o Twitter, o termo “Lives” e “watch parties” foram mencionados 10x mais do que eram anteriormente.

LEIA MAIS: 5 GRUPOS DO FACEBOOK PARA QUEM É SOCIAL MEDIA
LEIA MAIS: TIKTOK: DADOS MOSTRAM QUE APP VAI MUITO ALÉM DAS DANÇAS

Criatividade e gastronomia

O tempo que antes era gasto no deslocamento até o trabalho se tornou um momento de criar coisas novas e descobrir novas habilidades. Ainda segundo o estudo, houve aumento de 30% de pessoas que criam conteúdo em vídeo. Conteúdos artísticos também aumentaram, sendo que termos como desenho e arte bem como ilustração tiveram um crescimento de 35%.

Por outro lado, por que não investir na cozinha? A palavra “pão” teve aumento de 37% em menções diárias, mostrando que muita gente está descobrindo o prazer de um pão recém saído do forno.

Saúde mental e autocuidado

Incialmente a pandemia mostrou que muitas pessoas não estavam se dando tão bem com quem mais importa: elas mesmas. Houve aumento de 41% na conversa diária sobre saúde mental, estresse e auto cuidado.

A pesquisa ainda afirma que 1 em cada 3 pessoas está pensando em investir em hobbies e passatempos. Ou seja, essa também é uma forma de manter a saúde mental em meio à quarentena.

Novo normal

A análise do Twitter mostrou que um dos novos hábitos é apreciar as coisas simples da vida. Muito relacionado ao autocuidado e à saúde mental, tweets sobre a natureza e apreciar momentos tiveram de 46% de menções.

Esse tipo de pensamento também está relacionado à perspectiva do futuro. Isso faz com que as pessoas repensem suas rotinas e queiram mudar quando tudo voltar ao normal. Além disso houve um aumento de 46% comentários relacionados aos pequenos prazeres da vida.

Entre emojis e emoções

Os altos e baixos das emoções na quarentena podem ser representadas pelos emojis mais usados no Twitter. É fácil observar como o padrão é inconstante, mostrando que as pessoas estão numa montanha russa de emoções.

Delivery pra já

Houve um aumento de 42% de quem afirma usar apps de delivery de comida durante o isolamento social. O interessante é que essas mesmas pessoas afirmam que pretendem manter o hábito depois da pandemia.

Leitura

O hábito da leitura demanda tempo e paciência: algo que vem crescido durante o isolamento social. Mais de 41% afirmam estar lendo mais neste período.

Em outras palavras, esse hábito também está relacionado ao autocuidado e ao apreciar coisas simples da vida, já mencionados anteriormente.

Portanto entre altos e baixos, adaptações e expectativa para o “novo normal”, observa-se que, de modo geral, as pessoas estão se redescobrindo aos poucos.

Fonte 1 | Fonte 2

Compartilhe:
Artigos relacionados