TikTok lança fundo de US$ 200 milhões para ajudar criadores de conteúdo

Já que o TikTok não sai dos celulares dos usuários, do StartupsStars ele também não vai sair. Mas o aplicativo só volta ao blog por conta de uma novidade anunciada na última quinta (23). O TikTok criou um fundo de US$ 200 milhões destinado a ajudar os principais criadores de conteúdo dos Estados Unidos. E ainda complementar seus ganhos para encontrar a próxima Charli D’Amelio

Nomeado TikTok Creator Fund, o objetivo é fazer esse dinheiro ajudar os criadores de conteúdo “elegíveis” da plataforma. As características que definem um criador como elegível são: 

  • Ter 18 anos ou mais;
  • Atender uma determinada linha de base (não especificada) para seguidores; 
  • Publicar conteúdos originais consistentemente e que estejam alinhados com as diretrizes do app. 

O aplicativo vai passar a selecionar seus criadores de conteúdo para o fundo a partir de agosto. E passar a distribuir os valores em 2021. 

De acordo com Vanessa Pappas, GM de negócio do TikTok nos Estados Unidos, a ByteDance (empresa dona do TikTok) planeja aumentar esses US$ 200 milhões com o tempo. No post do seu blog, ela também falou um pouco mais sobre o fundo, porém não divulgou qual quantia a plataforma vai pagar para cada criador. E nem deu detalhes sobre as condições adicionais para receber o pagamento. 

“Por meio do TikTok Creator Fund, nossos criadores poderão obter ganhos adicionais que refletem o tempo, o cuidado e a dedicação que dedicam à conexão criativa com um público que é inspirado por suas ideias”, reforça.

O fundo será mais uma das ajudas do TikTok aos seus influenciadores. A plataforma já ajuda os criadores de conteúdo através de assinaturas com marcas e acordos de patrocínio e monetização em lives. Atualmente, o TikTok também possui um fundo de aprendizado criativo de US$ 50 milhões para apresentar a plataforma a professores. E por fim, um mercado de criadores, que conecta marca a criadores, para colaborar em campanhas. 

Leia também: TIKTOK FOR BUSINESS: APP LANÇA PLATAFORMA PARA PROFISSIONAIS DO MARKETING

Fundo de apoio aos criadores de conteúdo ou trégua? 

Por coincidência ou não, o fundo para influenciadores chegou em um momento de retomada de um bom relacionamento entre o aplicativo e os EUA. Há tempos, o TikTok vem sofrendo críticas no país, que é o seu maior mercado em receita. 

Recentemente, investidores americanos mostraram interesse em comprar parte do app, demonstrando uma primeira oportunidade de acalmar os ânimos. Por isso, o TikTok vem fazendo diversos movimentos para transmitir uma imagem mais amigável ao país. E assim, retomar os laços com os EUA. 

O fundo foi só uma das ações, já que o TikTok também prometeu adicionar mais 10 mil funcionários na sede dos Estados Unidos. Além também dos investidores terem declamado seus interesses. 

Ainda assim, vários parlamentares, como os senadores Chuck Schumer e Tom Cotton, manifestaram preocupação sobre os dados de usuários serem distribuídos para o governo chinês. A ByteDance reforça que não compartilha seus dados e que o armazenamento não acontece na China. 

Aparentemente, os programas lançados pelo TikTok no momento visam exclusivamente na melhora do relacionamento com os Estados Unidos. 

FONTE

Compartilhe:
Artigos relacionados