Como usar o neuromarketing para alavancar vendas

Você já ouviu falar no neuromarketing? Pois saiba que essa pode ser a chave para convencer o cliente!

O que faz o consumidor tomar a decisão de fazer ou não uma compra?

Preço, benefício, desing, status ou necessidade? E se ele está decidido a comprar determinado produto, por que escolher entre uma marca e outra? Tudo isso pode ser explicado com o neuromarketing.

O neuromarketing é uma palavra que une a neurologia e o marketing. O autor da terminologia é o professor Ale Smidts, da Erasmus University, na Inglaterra. Essa é uma área do marketing que estuda o que influencia um cliente na hora da compra.

Depois de entender o comportamento é planejar técnicas que possam beneficiar sua empresa, cativando clientes e até mesmo fidelizando-os.

Tomada de decisão

Uma das etapas do neuromarketing é entender o processo de decisão de compra. Uma grande parcela dessa decisão é tomada inconscientemente, de modo muitas vezes irracional. Portanto essa pode ser uma ótima oportunidade!

Muitas vezes a embalagem e as cores de um produto são mais chamativas do que o seu conteúdo em si. Quem nunca comprou algo no mercado “só para experimentar”? O que leva a tomarmos essa decisão?

O neuromarketing analisa as atividades cerebrais do público para ter essa resposta. Com isso identifica-se a melhor alternativa para impactar o cliente e com isso incentivar a tomada de decisão.

Então pode-se dizer que o objetivo do neuromarketing é entender o que influencia o consumidor a realizar uma compra.

Produtos personalizados

Uma vez entendendo o que seu público realmente busca, é hora de colocar a teoria em prática. Se sua pesquisa revelou que seus consumidores gostam mais de vermelho do que azul, é hora de personalizar e vender!

Lembrando que muitas vezes essa tomada de decisão será feita pelo subconsciente do consumidor, mas a decisão final é sempre muito consciente.

O produto e a comunicação ainda precisam conversar com sua persona e oferecer a cura para uma dor. Portanto invista sempre no marketing de conteúdo.

Fidelização do consumidor

Uma vez que o consumidor teve uma boa experiência, gostou do produto e se identificou com a marca, aos poucos ele vai se fidelizando à você.

Isso muitas vezes significa que os valores atribuídos à sua marca podem fazer até mesmo que o cliente esteja disposto a gastar mais.

Portanto a jornada do consumidor deve ser estudada das mais diversas formas, desde o consciente até o subconsciente.

Compartilhe:
Artigos relacionados