Gabriela Pugliesi provoca polêmica ao fazer festa com amigos e patrocinadores durante quarentena

No último sábado (25), a influenciadora Gabriela Pugliesi causou polêmica em seus stories, no Instagram. Isso porque a blogueira fitness realizou um encontro com amigos em sua casa, com comidas e bebidas entregues por “patrocinadores”. 

A festa não só virou a madrugada de sábado para domingo, como contou com várias pessoas e rendeu vídeos nas redes sociais. A atitude da influenciadora provocou irritação entre seus seguidores e usuários devido a falta de preocupação de Gabriela com a recomendação do isolamento social durante a pandemia do Coronavírus

A quebra da recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) provocou ainda mais irritação devido ao histórico da influenciadora. Não só por ser uma blogueira do cenário da saúde, a mesma foi uma das primeiras celebridades a contrair a Covid-19 no país. Gabriela contraiu o vírus no casamento da sua irmã, Marcella Mineli com o noivo Marcelo Bezerra de Menezes, que aconteceu em março, na Bahia.

Um dos padrinhos do casal contraiu o vírus no exterior e tinha acabado de voltar de viagem, o que acabou espalhando o covid para outros convidados. 

A consequência 

No domingo (26), a influencer postou stories pedindo desculpas das suas atitudes. “Eu fui completamente imatura e irresponsável (…) Estou extremamente arrependida, estou mal comigo mesma”, explicou. A influenciadora também comentou que reconheceu o erro, principalmente por saber que tem pessoas passando dificuldade. 

No entanto, seu perfil sofreu reflexos do erro. Na manhã desta segunda (27), sua conta teve uma queda de 150 mil seguidores. Por sua vez, a influenciadora segue com 4,4 milhões. 

Mas não foi só a queda nos números de seguidores que Gabriela sofreu. A influenciadora também perdeu alguns de seus patrocinadores. O aplicativo Rappi publicou que suspendeu as ações em parceria com Gabriela por irem contra qualquer atitude que não siga as recomendações de distanciamento social. 

Já a empresa de alimentação saudável, Liv Up, informou não apoiar ou incentivar qualquer tipo de atitude que possa colocar em risco a saúde e o bem estar de qualquer pessoa. “[A empresa] suspendeu todas as ações previstas e programadas com a influenciadora Gabriela Pugliesi, além de manter a postura semelhante com qualquer outro parceiro ou situação similar que venha a ocorrer”. 

As marcas Desinchá e Grupo Hope foram outras que suspenderam suas ações com a influencer. O grupo de vestuário íntimo afirmou que atitudes em desacordo com o distanciamento social não são apoiadas. 

Empresas como Kopenhagen, BTG Pactual e Fazenda Futuro já não tinham mais vínculo com Gabriela, mas também se manifestaram contra sua postura.

O poder da influência

É visto que os últimos anos foram marcados pelo crescimento explosivo do marketing de influência. E o engajamento nas redes sociais. Facebook, YouTube, Instagram são alguns dos lugares usados para criar uma marca pessoal e ser um influenciador.

No meio, o importante é entregar um conteúdo que agregue ao seu seguidor.

Como influenciador, é fundamental não desdenhar ou tentar criar desculpas quanto ao seu erro. É preciso, no mínimo, dar uma boa atenção ao seu público. Pense que eles são fundamentais para seu crescimento e merecem a melhor atenção possível.

Uma boa reputação como influenciador resulta em um público fiel e uma boa visão para publicidade. É preciso focar em entregar o melhor e ter paciência para crescer cada vez mais.

FONTES 
1   2   3

Compartilhe:
Artigos relacionados