Como influenciadores conquistam marcas

Influenciadores conquistam marcas: esse é o grande sonho de diversas pessoas que geram conteúdo na internet, seja em um Podcast, Youtube, Instagram etc.

Por isso faço tantos materiais que envolve o mundo de negócios e o de marketing de influência.

A ideia de hoje é dar dicas onde o influenciador poderá buscar marcas para serem suas patrocinadoras e você falar ao mundo que é um embaixador dessa empresa, porém, não vai cair do céu e é um processo de vendas como em qualquer outra empresa.

Sim, seu canal é sua empresa… nesse momento você vai precisar se enxergar como empreendedor para que seu negócio cresça e você possa ganhar dinheiro com isso.

Então antes dos primeiros passos, o seu Linkedin está em dia? Pois vai ser por lá que iremos prospectar as marcas.

Influenciadores conquistam marcas: Primeiros Passos

A primeira coisa aqui é que se você está lendo esse post é que não existe uma demanda real para monetizar seu canal ou um agente para fazer essa parte e com isso eu falo:

Para de focar em empresas tradicionais e gigantes, eles contratam (quase 100%), via agência e apenas os grandes influenciadores.

Voltando a nossa realidade que somos os micros e os médios, precisamos encontrar marcas (sugiro que sejam de tecnologia), que possam conversar de forma mais direta com nosso público por mais que não seja tão conhecida como uma Coca Cola da vida.

Na verdade ela vai ser quase zero conhecida, mas você precisa encontrá-las!

Uma dica boa é aqui mesmo no blog, diversas startups já passaram por aqui e com certeza, alguma delas pode ter o mesmo público que a sua audiência, tem também a StartSe e o Startupi que fazem matérias sobre elas.

No momento que você começar a encontrar empresas que façam sentido, já criem uma lista no Excel ou no caderninho em casa, mas só iremos para o Linkedin depois que você conseguir, pelo menos, 10 nomes de empresas.

Hora de atacar e conseguir um patrocínio

Existem diversas formas de prospectar no Linkedin, mas sugiro você ir na forma mais tradicional:

  • Pesquise o nome das empresas da listinha que conseguiu fazer;
  • Se ela tiver muitos funcionários (vamos dizer acima de 50) procure a pessoa responsável pelo Marketing (pode ser CMO, diretor, Head – nomes mais comuns);
  • Se ela tiver menos, pode procurar direto o CEO e tente se conectar com algum deles – sim, mandar convite de amizade;

Claro que, para que as pessoas te aceitem, você precisa estar com o seu perfil bonitinho.

Na hora que você adicionar, existe uma opção de já mandar uma mensagem para a pessoa, eu já faria algo ali para ser aceita, exemplo:

“Olá, meu nome é Talita Lombardi e tenho um canal de empreendedorismo no Youtube e Instagram, quero bater um papo com você para geração de conteúdo junto à sua empresa, Seguem os Links: xxx xxxx”.

Entendam que falei em “Canal de Empreendedorismo” pois a empresa teria a ver com isso… mas nesse ponto você pode subistituir exatamente do nicho que você trata, pode até colocar mais dados como “Canal de LoL com um público masculino e faixa de x anos”, sabe?

É trazer um pouco do que tem a oferecer antes mesmo de conversar com a pessoa, é o momento que ela vai começar a se interessar por você.

Não espere ela responder sua mensagem, se te adicionou vai precisar abordá-la novamente (mas não pode ser chato, até duas vezes eu tento falar novamente, se me ignora tiro da minha lista e coloco outro nome no lugar).

Influenciadores conquistam marcas: Negociação

Acho que o pavor dos influenciadores começa daqui, pois ele vai realmente precisar se vender para a empresa, mas não de forma ruim, é de forma que ele mostre valor no conteúdo gerado e como isso pode trazer benefícios para ambos.

Mas antes de qualquer coisa você precisa conversar com o Head de Marketing ou CEO da(s) empresa(s) que está prospectando, assim que responderem aquele direct no Linkedin já tenta agendar um call e manda um invite (pelo Google mesmo) para a pessoa não esquecer.

Tudo agendado, está na hora de você pensar em como agregar para essa empresa:

  • Entre no site para saber mais detalhes;
  • Dê um Google para descobrir as últimas notícias;
  • Acesse as redes sociais para ver se estão ativas.

Tudo isso serve para você mostrar que conhece um pouco da marca e para pensar disso tudo que está pesquisando onde você se encaixa.

Para o call você pode usar o Google Hangouts ou o Whereby (que adoro e recomendo esse segundo), até 4 pessoas podem usar gratuitamente e simultaneamente.

Para aprender um pouco mais sobre vendas, vou deixar alguns vídeos aqui mais práticos para essa etapa de negociação:

Basicamente na call você vai contar um pouco como começou a desenvolver seu conteúdo, o público que te acompanha e como pensou em entregar valor para a empresa.

Seja embaixador da marca

Melhor do que você negociar apenas entregas tangíveis para as marcas, que tal você pensar em oportunidades além disso?

Quando somos pequenos (tamanho de canal e números), dá para se pensar por exemplo, de você participar ativamente do canal da empresa… enfim, você precisa pensar em formatos interessantes e diferentes que a marca vai enxergar como oportunidade.

Quem aí não associa o Primo Rico ao Rico Investimentos? Menina Executiva à iugu? (leiam esse estudo de caso, detalho quais as minhas entregas para eles e diferenciais).

Pesquisar cases vai te ajudar e muito a montar sua própria estratégia e conquistar marcas a serem suas patrocinadoras.

Pense sempre: como posso agregar?

Influenciadores conquistam marcas: Realidade do Mercado

Para finalizar e você não desanimar é que o processo de vendas é igual em qualquer tipo de produto ou serviço que está vendendo.

O que pode ajudar é quando você é amigo do dono da empresa, conhece o gerente de marketing e assim vai, se for do zero é bem trabalhoso mas com certeza você pode ter sucesso.

Tenha sempre uma lista grande de leads e a conversão em média é de 1 cliente após 10-15 propostas enviadas (depois que já teve a call).

Vai dar trabalho sim, vai ser um caminho de aprendizado mas se você fechar um, pode significar a sua tranquilidade financeira para fazer o que mais gosta: gerar conteúdo e crescer a base de seguidores.

Espero muito ter ajudado, deixem nos comentários se ficou alguma dúvida… será um prazer conversar sobre vendas com todos vocês!

Bons Negócios

Talita Lombardi

Instagram Talita Lombardi

Twitter: @talilombardi

E-mail: talita@startupsstars.com

Fan Page do Startups Stars

Youtuber de Empreendedorismo

Youtube de Negócios

Compartilhe:

Talita Lombardi

Talita Lombardi é Fundadora e CEO da PrestigyME, agência de conteúdo & influenciadores. Possui mais de 17 anos de experiência no mercado B2B e é fundadora das marcas Menina Executiva e StartupsStars. Também escreveu o ebook de vendas SalesThinkng e o livro infanto-juvenil Jessica Rainbow. Talita é considerada referência nas áreas de empreendedorismo, vendas e startups no país.

Artigos relacionados