Conheça 5 aplicativos criados por mulheres

O ano é 2020. Smartphones estão cada vez mais avançados, aplicativos mais funcionais, tecnologia móvel abraçando o futuro e carros mais parecidos com máquinas.

No entanto, o universo tecnológico ainda sofre com uma realidade mercadológica retrógrada. Isso porque ainda é um meio majoritariamente masculino e com menos chances de mudar.

E isso é representado na raiz da situação. Os cursos classificados como de “exata” ainda possuem uma quantidade muito maior de homens, comparado às mulheres.

Mesmo com crescimento de 586% na busca por cursos como Engenharias, Ciência da Computação e Administração Financeira tece uma queda de 20% na quantidade de mulheres matriculadas nos últimos 24 anos.

Mesmo assim, algumas mulheres lutam pelo seu espaço e conseguem destaque no mercado com seus projetos. E muitos deles envolvendo aplicativos.

Aproveitando que o Dia Internacional das Mulheres está chegando, selecionamos alguns aplicativos criados por mulheres e que podem ser mais do que úteis para o seu cotidiano como usuário.

Ground News

Fundado por Harleen Kaur e Sukh Singh, o Ground News é um app que busca lutar contra a divulgação de desinformações, sensacionalismo e notícias tendenciosas.

O aplicativo fornece uma variedade de ferramentas de visualização e comparação de informações para resultar nos melhores resultados.

Apesar de parecer um aplicativo igual a qualquer outro agregador de notícias, o Ground News ajuda os usuários a entender as notícias objetivamente.

O app oferece esse entendimento a partir de uma análise com base no viés da mídia, localização e tempo.

E em 2020 ele pode ganhar ainda mais força. Isso porque o serviço pode ajudar os leitores durante as eleições à presidência dos Estados Unidos, que acontece em novembro.

Oh She Glows

 Para os fãs de culinária, a autora Angela Liddon desenvolveu o aplicativo, que apresenta receitas vegetarianas baseadas nos vegetais e legumes favoritos dos fãs do blog OhSheGlows.com.

Recheado de fotos e receitas diferentes, o app apresenta não só receitas, mas também conteúdo dos usuários, que compartilham quando realizam as receitas.

O serviço oferece mais de 150 receitas vegetarianas de dar água na boca. Não só isso, como também 140 receitas de alimentos sem glúten.

Nele, há página de pacotes – gratuitos e pagos – com receitas exclusivas e curiosas.  Em 2016, o app foi classificado como o melhor aplicativo da Apple App Store.

Chineasy

Quando o assunto é tecnologia, a China se torna o centro dessa conversa. Mesmo com o recente surto do Coronavírus, o país ainda é uma poderosa máquina mercadológica em relação a tecnologia. Por isso, a língua pode ganhar ainda mais força nos próximos anos.

E como hoje, aprender um novo idioma, é ainda mais fácil, por que não focar no chinês?

A empreendedora e autora ShaoLan Hsueh, pensando nesse cenário, lançou o app que ajuda o usuário a conhecer e dominar mais de 1000 palavras chinesas com facilidade.

Isso porque o ensinamento é feito através de ilustrações e histórias, como uma espécie de jogo. E durante a interação no app, é possível estabelecer as bases para alcançar a alfabetização chinesa básica e ir avançando aos poucos.

Eventbrite

Para quem curte eventos de todos os tipos, o Eventbrite é o aplicativo certo. Isso porque Julia Hartz, CEO da companhia, desenvolveu o app que permite vocês descobrir e criar eventos pela sua cidade.

No caso, ele funciona como uma plataforma de eventos que também oferece a compra de ingressos e recomendações de outras atividades para fazer. Nele, você configura sua localização e gosto para receber notificações.

Unplug: Meditation

Em tempos de estresse causado pelo vício na tecnologia, há ferramentas de meditação para, de alguma forma, fazer as pessoas relaxarem mais. Um exemplo delas é o aplicativo Unplug: Meditation, criado pela jornalista Suze Yalof Schwartz.

A plataforma oferece vídeos de aulas de meditação guiados por professores mundialmente famosos. No app é possível navegar por uma variedade de categorias com meditações para todas as necessidades, seja melhorar o sono, diminuir a ansiedade ou só uma pausa rápida do trabalho.

Não só há opções de aula, como também oportunidade de meditar sozinho. Para isso, a plataforma apresenta sons ambientes e dicas para sessões de meditação autoguiadas. E tudo isso dentro do seu tempo. Então, há conteúdos para meditações de um minuto, até 45 minutos.

Caso você ainda seja um(a) iniciante, há também playlists pré-selecionadas por professores, direcionadas para determinada situação.

FONTES

1 2 3 4 5

Compartilhe:
Artigos relacionados