Apple em 2019: o que a empresa fez pela tecnologia

2020 acabou de começar. Porém, nunca é tarde para aquela análise do que aconteceu no último ano. Afinal, é a partir do passado que desenvolvemos o futuro, certo? Por isso, é hora de conferir tudo o que a Apple fez em 2019 pela tecnologia, através de suas criações e renovações. 

Diante das promessas, a empresa entregou aos usuários o que era desejado. E muito mais promete vir por aí neste novo ano. 

iOS 13

O principal responsável por diversas das atualizações da lista foi o novo sistema da Apple. Com uma evolução em seu sistema operacional, os novos dispositivos passaram por mudanças significativas, que iam desde eliminação de aplicativos até atualizações estéticas, como o modo escuro. 

Apple Card 

Diante uma revolução dos serviços financeiros e de fintechs, a Apple foi uma que também embarcou no mercado em 2019. Junto com a firma Goldman Sachs, a companhia lançou o seu próprio cartão de crédito. 

O produto oferece ao usuário uma forma de pagamento através do app Wallet e que é vinculado ao Apple Pay

Apesar da revolução no cenário, o serviço já sofreu seus primeiros ataques. E com razão, já que o Apple Card foi acusado de sexismo depois de oferecer créditos 20 vezes menores para clientes mulheres.  

Apple TV+

Outro mercado que ganhou ainda mais força em 2019 foi o de serviços de streaming. Diante a grandiosidade da Netflix no cenário, a Apple correu atrás ao lançar a Apple TV+. Com os lançamentos de séries como The Morning Show e See, a plataforma fez seu barulho, mas ainda não brilhou os olhos. 

No entanto, o serviço já apresentou que, produções de cineastas renomados como Steven Spielberg e M. Night Shyamalan, estão para chegar. O que pode ajudar a companhia na competição. 

Apple Arcade

Se havia também uma preocupação na corrida dos serviços de streaming, claramente o mercado dos games não ficaria de fora. Ainda mais com a Google e seu Stadia

Tendo sido lançada em setembro, graças a chegada do iOS 13, a plataforma entregou games como Sayonara Wild Hearts – do Nintendo Switch -, Shinsekai: Into the Depths e Where Cards Fall. Games esses que chamaram a atenção em seu lançamento. 

Ainda que os títulos não cheguem os níveis do Stadia, a jogabilidade conseguiu conquistar os usuários. 

iPhone 11 

Seguindo a tradição da empresa, um novo modelo do iPhone chegou ao mercado com seus chips A13 atualizados. E com uma Haptic Touch e Face ID mais rápidas. As três câmeras – que brilharam os olhos dos usuários – ganharam o coração de todos, entregando o que foi prometido. 

Mesmo com o preço salgado aqui no Brasil, o smartphone não decepcionou os apaixonados. 

iPad 7

Com a atualização do smartphone, também foram atualizados outros aparelhos. O iPad, no caso, passou por mais uma evolução, ganhando uma tela de 10,2 polegadas e um Smart Connector, responsável pelo funcionamento do teclado inteligente. 

iPod Touch

Completando a lista, o iPod também não ficou de fora. Chegando à sua sétima geração, o aparelho ganhou um chip A10 Fusion, tornando sua usabilidade muito mais ágil e rápida. Ainda assim, seu visual clássico não mudou nada, seguindo com sua tela de quatro polegadas e com seu botão de início. 

AirPod e Powerbeats Pro

A evolução também passou pelos acessórios. Em março, os usuários conheceram a segunda geração dos AirPods, que recebeu um chip H1 e também suporte para a Siri

Ainda no mesmo ano, o Powerbeats Pro passou a ser vendido. Com os mesmos recursos dos AirPods – incluindo o chip H1 – os Powerbeats oferecem o diferencial de carregamento sem fio. 

Apple Watch Series 5

Ao comparar com o modelo anterior, a quinta versão do aparelho não trouxe muitas diferenças. A sua principal – e mais significativa –  diferença está na tela, que agora permanece ativa. 

A nova série também passou a oferecer novas cores de pulseiras e mais aplicativos. 

FONTE

Compartilhe:
Artigos relacionados