A internet é um ambiente curioso. Pessoas viram heróis e vilões de um segundo para o outro, desconhecidos viram famosos e o bizarro se torna comum. A fama da vez recebe o nome de Manoel Gomes. Ou melhor, o dono do hit do momento: Caneta Azul.

Caso tenha ficado preso em alguma caverna sem internet nos últimos dias, Caneta Azul se trata de uma canção sobre.. Bem, uma caneta azul. Ou melhor, a história de um estudante que perdeu o objeto a caminho da escola e sonha em encontrá-la de novo.

E assim funciona a internet. Você está de boa, quando, de repente, um novo vídeo aleatório bomba e vira o principal. Como aconteceu com sucessos como “já acabou, Jéssica?” e “eita Giovana”. 

Mas, como este tipo de vídeo consegue se tornar um fenômeno? Manoel não é conhecido e a letra tão pouco é de uma poesia. Seria então o quê? A graça pela letra ou pela falta de afinação de voz? É a simplicidade do vídeo? A persona de Manoel? Nunca saberemos. 

A ciência por trás dos memes 

Explicar um fenômeno durante seu surgimento é sempre algo complicado. A força de uma obra ou a importância de uma pessoa são determinadas com o tempo. No entanto, a internet vem pra mostrar que o contrário também pode acontecer. Tudo bem que a fama não dura anos e anos, porém, é tudo com muita intensidade. 

Quem aqui se lembra do Papinho? O senhor que atingiu um milhão de inscritos em seu canal com vídeos de slime. Lembrou? É possível que não, o que não seria surpresa alguma. Ainda assim, o fenômeno Papinho pode servir como uma boa explicação para famas como a da caneta azul. 

Como escreveu Luide, do site Amigos do Fórum, em seu texto A gente se esqueceu, Papinho é como qualquer outra pessoa. “Seu Nilson fala como gente comum, age como gente comum e encanta gente comum que se esqueceu que no fundo é como ele”, diz. Com Manoel é igual. 

A simplicidade no personagem em questão é o grande chamariz. Caneta azul está distante de grandes sucessos musicais do país ou de qualquer letra poética de MPB. No entanto, ela traz autenticidade.

Manoel acaba se tornando uma reflexão do público que o assiste e isso facilita na identificação e, consequentemente, na divulgação. Diante milhares de conteúdos produzidos em busca do mesmo sucesso, é sempre conquistador encontrar algo sem a mesma intenção. 

Nisso, caneta azul se torna ainda mais autêntico do que grande parte do YouTube.

Caneta azul e seu ingrediente secreto 

Por muito tempo, internet foi sinônimo de comunicação, união e liberdade. Por sua vez, o ódio dominou grande parte das redes sociais e conteúdos. No entanto, alguns respiros ainda estão presentes por aí, e podem ser grandes responsáveis pelos memes criados. Por isso, qualquer coisa engraçada ou leve se torna um fenômeno inexplicável. 

Caneta azul não entrega nada muito bem elaborado. Mas, a simplicidade e o resultado engraçado chama a atenção diante um mar de brigas e conflitos sobre assuntos variados entre diferentes usuários.

Diante essa atual realidade, o humor suaviza a tensão. Gerar humor resulta em sentimentos de aprimoramento pessoal e de consolo. Ganhando, assim, uma atenção maior do público.

FONTES 

1 2