Uma grande dúvida que acontece sempre é de: Como mediar painéis em eventos?

Por isso, resolvi escrever um tutorial inteiro com várias dicas de como faço cada vez que sou chamada para esse papel tão importante como esse em eventos.

Vale lembrar, que em muitos casos, os painelistas são chamados de palestrantes pelo fato de todos terem a voz da opinião nessas discussões, o que vai ser diferente é quem vai liderar isso, será que você será o próximo?

Eventos muito grandes e que tem muitas “vozes”, optam por painéis onde pessoas especializadas em diversos assuntos, poderão debater entre si para um aprendizado geral dos que estão assistindo.

Dito isso, uma das coisas mais complexas na hora de fazer parte disso é: ser o moderador ou moderadora desse painel.

Antes do evento:

  • Fazer uma ficha com o nome, cargo e empresa que o convidado representa (entrar no site também para compreender melhor do que se trata);
  • Colocar pelo menos 3-4 perguntas para cada convidado, que tenham muito a ver com o tema e com o que ele domina em seu trabalho;
  • Estudar o assunto, entendendo alguns dados, reportagens etc.

No dia do evento:

  • Falar com os convidados mais ou menos a linha das perguntas… aqui pode-se perguntar se quer que adicione algo;
  • Orientar quanto ao tempo das respostas durante o painel (isso depende muito de quanto tempo é o painel, em geral, as pessoas devem responder entre 1-2 minutos para dar tempo dos outros comentarem.

Sim, agora é a hora do show!

1 – Normalmente, o moderador entrar primeiro… para chamar os outros convidados.

Ele não é o principal do painel, apenas conduz para que o bate papo seja agradável e que as pessoas possam dar seu ponto de vista sobre o tema indicado pelo evento;

2 – De forma geral, o mediador senta em uma das pontas para que ele possa enxergar tanto a platéia quanto os outros convidados…

Nesse momento eu sempre faço uma piada rápida (exemplo do CONAREC) e já pego a fichinha para chamar todos os convidados (sim… fichinha, aquele papel que você tem sua logo de um lado e as perguntas do outro).

3 – Depois de todos acomodados, pode-se interagir um pouco com a platéia para entender o interesse geral, porém, perguntas bem abertas para que apenas um “levantar às mãos” possa ser a participação nesse começo;

4 – Não importa a ordem de quem perguntar primeiro: vá naquela que tem muito a ver com o tema e siga entendendo e prestando a atenção na lógica dos convidados…

Se alguém responder de forma completa alguma pergunta que ainda vai fazer, rabisque ela a pule para a próxima, se não for completa (você precisa entender bem do assunto como falamos ali no começo);

5 – Se um convidado demorar muito para responder eu sempre fico olhando para ele com o microfone perto da boca para mostrar que quero falar, ou mesmo falo um “legal” e vejo se a pessoa conclui a resposta.

Visto isso, uma pergunta deve ser respondida ou complementada por pelo menos 2 convidados, dando assim opiniões de pessoas com experiências diferentes.

6 – Se ainda tiver tempo, 10-15 minutos antes (o ideal), abrir as perguntas para a platéia… normalmente, as pessoas ficam tímidas… nisso, dá para brincar um pouco também quando mediar painéis em eventos é o foco!

7 – Deixe os últimos 5 minutos para cada um falar suas redes sociais, site e algum agradecimento… Seja o último a falar, pois terá uma noção do tempo que terá – esse momento eu falo um pouco mais sobre meus negócios, uso mesmo para fazer uma propaganda geral de mim.

Mediar painéis em eventos

Todas as dicas que dei aqui se aplicam a minha maneira de mediação… você que foi convidado ou que já faz isso, precisa encontrar sua linha de trabalho.

Eu faço além de mediação diversas palestras! Vamos conversar?

O segredo é ter segurança no que se pergunta, se comenta e como jogar perguntas de um convidado para o outro.

Mas tenho certeza que por aqui, já te ajudei bastante, né?

Beijos

Talita Lombardi

Instagram Talita Lombardi

Twitter: @talilombardi

E-mail: talita@startupsstars.com

Fan Page do Startups Stars

Blogueira de IntraEmpreendedorismo