Você sabia?

O aquecimento global é uma realidade. Por isso, muitas pessoas se preocupam com o futuro do mundo. Assim, procuram-se formas de minimizar a poluição. Você sabia que já existem lápis que podem ser plantados?

A ideia dos lápis plantáveis surgiu no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachussets). Em 2013, os alunos fizeram uma atividade que recebeu o nome de “Desenhe o utensílio de escritório sustentável do amanhã“.

Durante essa atividade, um grupo de alunos teve a ideia dos lápis. Vendidos pela marca Sprout, eles já estão em mais de 60 países e mais de 10 milhões já foram comprados.

Como funciona?

Dentro de cada um dos lápis tem uma cápsula com sementes. Por enquanto as opções de sementes são: flores, tomate e manjericão. O consumidor pode escolher quais as sementes que deseja adquirir.

A pessoa pode usar o lápis normalmente, porém quando ele estiver acabando,ele não será jogado fora. Basta plantar o que sobrou do lápis e aí sua planta nascerá.

Os lápis são feitos de madeira certificada e materiais renováveis. Ou seja, é muito benéfico para o meio ambiente.

Além disso, o valor é acessível.

Impacto no meio ambiente

Por ser um produto novo, ainda não existem pesquisas que avaliem o impacto do uso dos lápis plantáveis no meio ambiente. Entretanto, existem alguns fatos que podem ser avaliados.

Por exemplo: como já foi dito anteriormente, 10 milhões de lápis já foram vendidos. Portanto, é de se esperar que existam 10 milhões que mudas plantadas ao redor do mundo só por causa desses materiais.

Além disso, há outro fator a ser levado em consideração. Estima-se que sejam feitas, por dia, 135 milhões de canetas de plástico. Atualmente, o número de materiais reciclados ao redor do mundo é minúsculo – quando comparado ao número de produção.

Portanto, futuramente, os lápis plantáveis podem ter um grande impacto na proteção da natureza. Claro que isso depende da substituição das canelas pelos lápis.

Agora que você já sabe, está pronto para garantir o seu?

Fonte

Thaís Dias

Diferentão Cultural