Quando nós somos crianças, a escola nos incentiva a tirar uma soneca. Nós crescemos um pouco e então já não devemos dormir a tarde. Entretanto, algumas Startups não concordam com isso.

Na região do Vale do Silício os postos para a soneca estão aparecendo em cada vez mais empresas. Essa prática começou a ser adotada há mais de uma década. E os bons resultados têm feito com que ela se espalhe ainda mais.

É preciso pensar nos males causados pela falta de dormir. Além de afetar o raciocínio e a capacidade de tomar decisões, também pode prejudicar a produtividade dos funcionários.

E não é só uma questão de quantidade e qualidade de desempenho. Há também o risco de as distrações causarem algum tipo de acidente trabalho.

Ademais soma-se o fato de que a pessoa que não dorme pode desenvolver problemas de saúde. Precisando se ausentar do trabalho por motivos médicos.

Isso é o que leva as startups a investir no momento da soneca. Inclusive, já foram criadas startups de soneca.

Startups de Soneca

Algumas empresas possuem os próprios espaços de soneca. São exemplos disso a Ben & Jerry’s, Zappos, Nike e o Huffington Post. Porém, mesmo as que não possuem o espaço podem permitir o descanso dos funcionários.

Atualmente existem algumas startups focadas em sonecas no meio do dia. A Nap York funciona em Nova York, também há a Spa Lé La em Los Angeles, a Pop & Rest de Londres e a Nescafe Harajuku em Tóquio.

Na Nap York, por exemplo, a pessoa pode pagar $15 por 30 minutos. Mas também é possível fazer um plano mensal de $250, que permite 5 sonecas por semana – de até 90 minutos.

Quem só deseja dormir uma vez por semana pode fazer um pacote de $35 por mês.


Nap York

As cabines são individuais e, além de dormir, o cliente pode fazer massagem, tomar banho e relaxar em uma rede na área externa.

Fontes 1, 2 e 3

Thaís Dias

Diferentão Cultural