Especialistas em tecnologia

Os números de desempregados no Brasil já chegou a 12 milhões. As pessoas reclamam da falta de oportunidade. Entretanto, o número de especialistas em tecnologia ainda é muito baixo.

Estima-se que o déficit no número de profissionais pode chegar a 750 mil. Portanto, o número de vagas é elevado. Entretanto, a mão de obra, não.

Isso se complica ainda mais quando nós levamos em consideração o fato de que a tecnologia se torna cada vez mais importante na nossa vida. Aliás, muitos postos de trabalho estão sendo substituídos por máquinas.

Por isso, é importante preparar cada vez mais profissionais nessa área. Isso diminuiria o desemprego e, obviamente, diminuiria a falta de profissionais da área.

Mulheres também precisam de profissionalização

De acordo com um pronunciamento da ONU, os países só vão atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ideal se meninas e mulheres forem parte da evolução.

E, ainda segundo a ONU, elas só serão parte disso se forem incluídas no desenvolvimento tecnológico.

A Organização ressaltou que, atualmente, existem muitos empecilhos para que elas sigam profissões nessa área. Coisa que é prejudicial para o mundo inteiro.

Para se convencer disso, basta lembrar que elas representam, pelo menos metade da população mundial. Ao permitir que meninas não estudem tecnologia, nós estamos permitindo que a força de trabalho se reduza em cerca de 50%.

Por isso, é importante que o mundo se una em políticas que mudem a realidade. Isso deve começar agora para que as gerações futuras tenham mais mulheres nas quais se espelhar.

Além disso, é preciso desmistificar ideias a respeito da capacidade de trabalho feminina. Quando a sociedade aceitar que elas estão preparadas para o mercado, ficará mais fácil a imersão das mulheres.

A mensagem foi gravada pela ONU em comemoração do Dia Internacional para Mulheres e Meninas na Ciência. A data foi celebrada no dia 11/02 e o responsável pela mensagem foi António Guterres, Secretário-Geral das Organização das Nações Unidas.

Fontes 1 e 2