A realidade virtual (RV) atingiu o mainstream recentemente com a chegada de diversos headsets acessíveis e amigáveis ao consumidor. Sem perder tempo, as empresas mais pioneiras já começaram a aproveitar as oportunidades criadas por essa incrível tecnologia.

A realidade virtual abre inúmeras possibilidades que permitem que em qualquer lugar físico com o tamanho adequado os usuários observem e interajam com os mais diferentes locais que só existem no mundo digital.

No mundo digital, as regras do que é possível fazer são diferentes e os limites físicos deixam de importar. Objetos podem ser criados com algumas linhas de código, é possível viajar para qualquer destino em um piscar de olhos e testar qualquer produto sem sair de casa.

Tudo isso torna a realidade virtual uma das ferramentas mais poderosas que já surgiram para o mundo dos negócios. E aqui serão mencionadas algumas das maneiras mais interessantes em que essa tecnologia já está sendo utilizada.

Foto por Maurizio Pesce/CC BY 2.0

Nos últimos anos, muitas tecnologias de VR foram testadas

Qualquer processo que possa ser realizado no mundo físico, do treinamento de funcionários até RH e produção, pode ser simulado em RV. Um fato que abre diversas possibilidades interessantes, especialmente para a realização de corte de custos sem perder eficiência.

Novos formas de treinamentos

A RV oferece o potencial de mergulhar o funcionário diretamente em qualquer situação que possa ser simulada em um computador. Visuais cada vez mais realistas fazem com que o cérebro acredite, em diferentes graus, que a simulação apresentada é real, um fato que permite a qualquer um aprender com essas interações virtuais.

Essa possibilidade faz com o que o treinamento seja uma das aplicações mais importantes da RV e ela já foi utilizada com sucesso. Em 2017, o Walmart fez uma parceria com a empresa especializada Strivr para preparar seus funcionários para as vendas da Black Friday.

Foi criada uma simulação de imersão total dos funcionários em um ambiente com longas filas e multidões e isso se revelou a maneira perfeita de prepará-los para eventos como esse. As situações enfrentadas na simulação cobriram as principais dificuldades e surpresas que poderiam surgir no dia, deixando os colaboradores prontos para elas.

O melhor de tudo é que devido ao pouco espaço necessário para a criação dessas simulações, também não foi necessário perturbar as operações comerciais normais para a realização desse treinamento em larga escala.

Em um exemplo mais individual de treinamento utilizando a RV, o Oculus VirtualSpeech ajuda os usuários a praticarem suas habilidades de falar em público.

Isso ocorre através de um ambiente simulado no qual o palestrante pode enviar seus slides de apresentação para a sala virtual, experimentar diferentes tipos de distrações comuns e receber feedback em tempo real sobre como se saiu.

Outra grande vantagem do uso da tecnologia para treinamento pode ser encontrada no setor médico. A RV permite que os profissionais de saúde pratiquem em um ambiente livre de risco que seria impossível no mundo real.

Nos últimos anos a Oculus já trabalhou com um hospital para treinar seu pessoal para lidar com diversos tipos de traumas de alto risco. A empresa tem obtido um alto nível de sucesso e no futuro o uso da tecnologia para esse fim deve expandir ainda mais.

Relações mais próximas com os consumidores e novas formas de experimentar conteúdo

A RV oferece a todas as empresas a oportunidade de repensar como se apresentam e se envolvem com seus clientes. Essa tecnologia fornece diversas ferramentas de marketing e atendimento ao cliente e abre inúmeras novas possibilidades para a apresentação de produtos e serviços.

Por exemplo, no lugar de visitar um showroom físico, os clientes que levam cada vez mais vidas digitais podem simplesmente colocar um headset e imediatamente aparecer em uma loja virtual.

Uma vez lá, eles podem interagir com os assistentes de vendas para realizar suas compras. Um fator interessante, especialmente à medida que a tecnologia avança, é que esses atendentes podem ser tanto representações virtuais de funcionários humanos quanto chatbots bem programados com inteligência artificial.

É claro que os showrooms do mundo real provavelmente ainda permanecerão como parte do cenário do marketing por algum tempo no futuro, mas se um cliente quiser experimentar um novo carro ou dar uma olhada nos novos lançamentos de móveis, a RV permitirá que ele faça isso sem precisar sair de casa.

Atualmente, a gigante de móveis sueca Ikea já oferece showrooms virtuais e a Amazon patenteou um espelho que permite ao usuário experimentar roupas. É fato que em breve muitos outros varejistas deverão apresentar suas próprias criações.

A RV também tem um alto potencial no mercado esportivo. Companhias de poker sempre foram pioneiras na adoção de novas tecnologias e já existem alguns sinais de que elas utilizarão a realidade virtual para elevar o jogo de poker para o próximo nível.

A Casino VR, empresa especializada nesse tipo de tecnologia, pretende ser a primeira companhia do mundo a oferecer uma experiência de poker completamente virtual. A empresa pretende utilizar o Oculus VR para criar uma série de ambientes de poker Texas Hol’em, a modalidade mais popular do esporte.

A ideia é que qualquer usuário em qualquer lugar do mundo possa utilizar um headset para imediatamente ser transportado para as mesas de poker mais famosas do planeta, como os hotéis cassino da Strip em Las Vegas ou o Casino de Monte Carlo em Mônaco.

O próprio MGM Grand de Vegas, um dos hotéis mais famosas da Strip, já testou oferecer o poker tridimensional para os seus visitantes, mas isso foi realizado apenas de uma maneira experimental.

A companhia acredita que a mudança para as plataformas de RV será um fator muito positivo e importante para o mercado do esporte, já que ela traz a possibilidade de atrair um número muito maior de entusiastas para um ambiente descontraído e interessante.

Além disso, ao utilizar headsets, um fã pode ser imediatamente transportado para a ação de uma partida disputada por profissionais. Algo que pode ser muito interessante para qualquer transmissão esportiva.

Um futuro muito promissor

Os atuais dispositivos de RV de alto nível ainda precisam de computadores caros e dedicados para alimentá-los, mas isso provavelmente mudará à medida que os headsets independentes se tornarem mais capazes e a tecnologia evoluir.

Graças a todos esses fatores apresentados, é provável que quantidades cada vez maiores dos negócios sejam conduzidas em realidade virtual com o passar do tempo. Como os pioneiros sempre têm uma vantagem, vale a pena dar uma olhada em como essa ferramenta pode ajudar a impulsionar os diversos tipos de negócios.