Começar uma startup requer um planejamento estratégico que passa por decidir a cidade ou país exato para tal. Para isso, é preciso escolher lugares especiais que incentivam a abertura de novas empresas e ajudam os empresários a crescerem com os seus respectivos negócios.

Vários países da América Latina deram um grande salto nos últimos 10 anos quanto o incentivo às startups. Algumas delas estão no Brasil, com destaque para a cidade de São Paulo, referência no continente.

Medellín, Colômbia

Uma das cidades que mais incentivam a criação de novas empresas na América do Sul, Medellín reconstruiu seu sistema tecnológico e hoje é uma das referências no continente sul-americano quando o assunto é startup.

Em 2013, o governo local anunciou um pacote de investimento na tecnologia no valor de US$ 389 milhões para ser utilizado até 2023, e tamanho incentivo vem atraindo novos investidores para Medellín.

Medellín, Colômbia

Medellín, Colômbia

Buenos Aires, Argentina

Apesar da vigente crise econômica na Argentina, Buenos Aires tem se destacado nos últimos anos como uma cidade que incentiva as novas empresas. O governo municipal realizou uma série de iniciativas desde 2010 para tal, como um programa com verba de US$ 5 milhões para auxiliar startups.

Algumas startups de prestígio internacional surgiram em Buenos Aires, como a plataforma de viagens Despegar e a produtora de jogos para smartphone Pixowl.

Já o Mercado Libre, traduzido no Brasil para Mercado Livre, também é uma gigante da internet que tem sede em Buenos Aires — a empresa foi criada ainda na década de 1990.

Buenos Aires, Argentina

Buenos Aires, Argentina

Santiago, Chile

A fama da capital chilena quanto às startups é tão boa que os empresários chama o lugar de “Vale do Chilício”, fazendo alusão ao grandioso “Vale do Silício”, na Califórnia.

Uma das principais vantagens é que o Chile facilita muito a entrada de estrangeiros, visto que visitantes da União Europeia, Estados Unidos e outros países e regiões não precisam de visto para entrar no país. Isso ajuda bastante no fluxo de empresários e investidores por lá, algo que é essencial para startups.

Cerca de 20% das novas empresas criadas em Santiago são fundadas por estrangeiros, e isso mostra como o país é tão receptivo aos empresários de diversos lugares do mundo.

Santiago, Chile

Santiago, Chile

São Paulo, Brasil

São Paulo não é apenas referência em startup no Brasil, mas sim no mundo. A capital paulista tem uma das economias mais fortes do hemisfério sul e o mercado internacional enxerga São Paulo como um ótimo lugar para investir.

Outro fato que torna São Paulo muito boa para os negócios são os vários encontros e conferências com tecnologia como tema. No ano passado, por exemplo, o Silicon Valley Conference aconteceu por lá.

Cerca de 41% das startups brasileiras estão concentradas no Estado de São Paulo, sendo que boa parte delas estão na capital.

Uma das últimas startups de sucesso em São Paulo é o Nubank, empresa com sede na capital do Estado. Criada em 2013, ela é uma das pioneiras no segmento de serviços financeiros e já tem valor no mercado que ultrapassa US$ 1 bilhão.

São Paulo, Brasil

São Paulo, Brasil

Cidade do México, México

Maior cidade do país, a capital do México tem quase 10 milhões de habitantes e concentra boa parte da economia mexicana. Além disso, a proximidade com os Estados Unidos torna esse lugar ainda mais especial para os investidores.

Gigantes globais como Amazon, Google, Facebook e tantas outras já fincaram raízes na Cidade do México e várias planejam investir por lá nos próximos anos.

Cidade do México, México

Cidade do México, México

Monterrey, México

A região metropolitana de Monterrey é a mais rica do México e muito disso se deve ao avanço de lá quanto a tecnologia. Os empresários investem muito nas empresas criadas na região, como é o caso da Studio Monterrey, startup que lançou um programa que ajuda novos negócios a alavancarem com pequenas taxas.

Além do incentivo para as empresas, Monterrey é casa das melhores universidades do país e isso naturalmente faz com que jovens empresários tenham um ótimo ambiente para começarem seus negócios.

Monterrey, México

Monterrey, México

O futuro é promissor para a América Latina

De acordo com Conrad Egusa, CEO da empresa Publicize, a América Latina é um destino cada vez melhor para empresários europeus e norte-americanos investirem seus negócios.

“É uma região que está florescendo para isso. Países como Chile, Porto Rico, Argentina e outros estão dando grandes passos para acomodarem grandes startups”, disse Egusa em um artigo para a revista Forbes.

O crescimento tecnológico da América Latina e o incentivo de vários governos locais tornam a região muito próspera para os próximos anos. Os holofotes do mercado internacional voltados cada vez mais para cá naturalmente se traduzirão em novas gigantes como Mercado Livre, Nubank e tantas outras a longo prazo.