Nós estamos na era da internet e isso não vai mudar. Por mais que algumas pessoas se mantenham reticentes com relação às novas tecnologias, as empresas precisam se adaptar às novidades. Toda empresa precisa ter um blog. Por isso, é melhor aprender como criar um site grátis, mantendo sua empresa na nova era e sem precisar gastar mais dinheiro com isso.

Atualmente, a maioria das empresas já possui sites. Entretanto, isso não basta. Todo mundo sabe que a propaganda é a alma do negócio, mas que também pode ser a causa de grandes gastos.

Por isso, o ideal é que empreendedores busquem alternativas que diminuam as despesas, mas sem diminuir a qualidade e a efetividade das ações.

Foi com esse pensamento empreendedor que a maioria das companhias resolveu optar pelo marketing digital.

O Marketing Digital

O Marketing Digital é um conjunto de estratégias que a marca deve usar para se promover por meio da internet.

Uma coisa que está ficando cada vez mais clara é o fato de que o consumidor atual deseja ter contato com as empresas. Especialmente as gerações mais jovens desejam saber quais as políticas e o que a empresa defende.

Dessa maneira, a criação de um blog se torna ainda mais essencial. Por meio dele é possível que o cliente tenha mais contato com a companhia, sentindo-se até mesmo parte da equipe.

Diferente de uma rede social ou de um site, um blog pode ser usado para compartilhar informações a respeito de produtos e aproveitar da aproximação com o cliente. Ou seja, um blog permite que a empresa:

– Apresente sua cultura e seus produtos;

– Frise os motivos de os produtos oferecidos serem importante;

– Conheça as preferências do cliente;

– Aumente a credibilidade do negócio.

Mas como criar um blog?

Primeiro passo 

Decidir onde o blog será criado. Existem diversas plataformas online que permitem a criação da página. Nós podemos usar como exemplo a página  Wix Blog. Nela é possível começar o blog de maneira fácil e rápida.

A vantagem de uma ferramenta como o Wix é que, além de tudo, ela fornece diversas opções de layout e ainda é fácil de utilizar, permitindo que o blogueiro consiga editar seu conteúdo, organizar os posts por categoria, ler e responder aos comentários dos leitores e ainda adicionar fotos e vídeos, mantendo o conteúdo interativo.

Segundo Passo

Escolher o melhor visual para o blog. O visual deve ser visto como a identidade da página, por isso, é importante tomar essa decisão com cuidado.

A escolha das cores, por exemplo, precisa se relacionar com as cores da marca à qual a página representa.

Esse passo é um dos mais difíceis e, por isso, plataformas como o Wix se fazem necessárias no desenvolvimento da página. Com as facilidades oferecidas pela ferramenta, criar o visual do blog não será uma tarefa que exigirá tanto tempo.

Terceiro Passo 

Apesar de ser o passo de número 3, ele deve ser feito ao mesmo tempo que os passos 1 e 2. Quando um blog surge, ele não é lido por muitas pessoas. Por isso, é importante garantir um bom ranqueamento no Google para o seu site. A forma mais rápida de fazer isso é, além de ficar de olho no SEO de cada post, começar a página com uma boa quantidade de conteúdo. Por isso, a pessoa responsável pelo blog deve escrever vários textos antes de colocá-lo no ar.

Quarto Passo 

Se sua página já está pronta, mas você acha que ela ainda pode melhorar, talvez seja o momento de procurar por ferramentas mais elaboradas.

Um exemplo que pode ser citado é o site Wix Code. Essa opção é para pessoas que tenham conhecimento em programação. Por meio dela é possível customizar o seu site, deixando-o ainda mais parecido com aquilo que a empresa julgue ser o ideal.

O Blog está pronto, e agora?

Depois que a página for finalizada, é preciso rigor para ela se mantenha ativa e tenha os resultados esperados.

O ideal é que sejam feitos mais do que dois posts por semana. Porém não é só isso. O controle da quantidade de leituras é essencial. Observando quais são os conteúdos mais consumidos na página, a empresa pode conhecer os interesses dos consumidores e investir nisso, tanto no conteúdo quanto nos próprios produtos.

Use o espaço para propaganda e escreva sobre os benefícios da sua mercadoria na vida dos clientes.

Outra boa iniciativa é o uso de cases de trabalhos que deram certo e uma sessão para depoimentos de clientes satisfeitos.

Vamos usar um exemplo:

O Wix além de uma plataforma, possui o próprio blog. Nele, existem várias dicas sobre a criação de sites, blogs etc. Isso mostra ao público que, além de oferecer um serviço de qualidade, o Wix espera que o consumidor saiba fazer uso de todas as ferramentas oferecidas.

Assim, além de conquistar os clientes com suas ofertas, é possível mostrar que a empresa deseja compartilhar conhecimento!