Não tenha medo de Ser e Ter

Me sinto empoderada, mas demorou.

Já fazem 20 anos que trabalho, sim, comecei aos 14 e demorei muito de entender a palavra empoderamento. Até porque é uma palavra nova, mas acabei não usando a tradução para compreende-la, mas sim o que eu senti quando me entendi empoderada.

O medo é nosso maior aliado e inimigo. Digo isso porque ele nos dá limite ao mesmo tempo que ele nos para. Mas aprender, crescer, mudar etc, nos faz encarar esse medo e não deixar que ele resolva tudo pela nossa vida, mas isso é bem difícil. Ninguém além de você pode dizer onde é o seu limite bom, é uma questão de autoconhecimento.

Penso assim: me deixo pistas pelo caminho quando vou me jogar em algo novo. Tipo, algum sentimento muito bom, tento entender ele, processar, aceitar e dizer para mim mesma: PIN. Tenta isso, lembra quando precisar: de como você chegou até ele. A mesma coisa vale para o sentimento ruim… o processo é o mesmo e até de deixar o PIN para lembrar que sempre vamos ter momentos ruins (esse meu processo serve também para quando estou deprimida, vou tomando doses de PINs internos para voltar ao meu eu mais equilibrado).

Mas o que tudo isso tem a ver com empoderamento?

Absolutamente tudo! Empoderamento nada mais é do que você aceitar, se sentir merecedor(a) das coisas boas e ruins que acontecem na sua vida. Mesmo morrendo de medo você segue em frente, não se deixa levar pelos ecos medrosos, pelas pessoas maldosas que não confiam em você ou sentem inveja. É não ter medo de ser e ter.

Senti isso tem muito pouco tempo, quando olhei para tudo que tenho construído na minha vida profissional e não tive medo de perder nada. Pensei comigo mesma: PIN, mereço muito tudo isso e agora eu quero pegar esse “poder” de ser e ter e expandir para mais pessoas.

Parece brincadeira, mas vejo tanta gente vítima dos seus próprios medos e fantasmas que fico triste de não conseguir tocar no outro e dizer: “sente isso que eu sinto, vai te fazer bem!” Mas não dá, então tento falar isso de forma clara: todo mundo merece ser e ter! E isso independe de outras pessoas, realmente requer muito de você com você para chegar lá.

Como perder o medo?

Medo x Coragem

Medo x Coragem

Essa é a pergunta do milhão. Lembra o que eu disse no começo? Precisamos ter medo sim para um certo limite, um ir em frente com consciência… Para tudo nessa vida eu vou com um pé, depois com o outro… vou vendo e sentindo o que acontece para seguir em frente. Eu me considero bem medrosa até, talvez eu seja indecisa (libriana) e isso me para também, mas que bom! Aos 34 anos eu poder dizer para você que eu me preparei muito para ser quem eu sou hoje e nem imagino o que serei no futuro, mas eu só enxergo coisas grandes e maravilhosas, pois eu mereço!

Amo intensamente tudo que eu faço, respeito com todo meu coração aos que estão à minha volta, tenho tudo que preciso, comemoro, choro, reflito, respiro, penso com carinho, me amo e sigo essa vida que escolhi para mim: Talitinha Lombardi a Empoderada de Negócios rs!

Espero que você consiga achar sua coragem para seu empoderamento pessoal.

Boa sorte!

Talita Lombardi

Instagram Talita Lombardi

Twitter: @talilombardi

E-mail: talita@startupsstars.com

Fan Page do Startups Stars

Blog para Empreendedores

Youtube para Empreendedores