A Empresa é sempre maior que o Empreendedor

Oi gente!

Eu tenho passado tanta coisa na influu que não dá muito tempo para pensar em cada uma e finalmente fazer um texto. Mas adoro quando viajo de avião, que ficamos offline e tempo é o que não falta para refletirmos e escrevermos. Acabei pensando muito sobre o Ego, que faz parte da nossa vida, da nossa essência, mas ele não pode ser o que vai determinar sua relação com seus funcionários e finalmente para entender como fazer a empresa crescer.

Tudo começou quando eu precisei passar alguns bastões. Meu sócio começou a chamar a minha atenção com algumas coisas que eu fazia, que na parte estratégica da empresa não eram tão importante assim e que para mim eram. Quando tirei o “bico” e ouvi o que ele estava falando ví que ele estava certo.

Quando me dei conta disso, resolvi mudar. A primeira coisa foram os eventos, eu sempre apresentei todos, palestrei, recebi os convidados, tirei fotos, fiz vlog etc. Mas aí se você pensar: e isso é escalável? Não, lógico que não. Muito menos com a saúde ótima que tenho… então foi hora de treinar gente na equipe para ficar no meu lugar nesses momentos.

Primeiro foi no i2b (influu to business) com minha menina Carol Micheloto, que era nossa BizDev, foi um evento pequeno mas ela mandou muito bem nesse momento. Eu fiquei ali no canto assistindo, mas também participei. Como eu tinha acabado de chegar da Disney e o clima junto com o time não estava dos melhores, eu estava 100% desapegada até da empresa como um todo. Mas infelizmente, ela pediu demissão e tive que repensar isso.

Não podemos abraçar o mundo

Pensando nisso, conversei com nossa head de eventos (que nunca tinha apresentado nem um evento) e pedi: ou você apresenta ou você apresenta rs. Nada melhor do que a pessoa que produz, liderar o palco. E foi assim em BH mas o sentimento foi bem diferente. O ego estava fervendo ao mesmo tempo orgulhosa do resultado queria ter sido eu a apresentadora, mas lembra do propósito? Ele precisa sem BEM maior que nosso ego e isso predominou a confiança que agora podemos escalar sem a minha presença. Na verdade agora, eu posso escolher quando eu quero ir e o que eu vou fazer! Isso é animal! É uma libertação do ego total (ou parcial) e todo mundo sai ganhando né?

Não pense com o foco no dia dia hoje: consiga fazer a empresa crescer

O que estava me prendendo era o olha só sobre o dia de hoje. Manter-se no topo não é estar em todos os lugares, é estar nos melhores e mais importantes para sua empresa, não apenas para você. Se puder conciliar as duas coisas melhor ainda.

Empreender é entrar em uma montanha russa que vai durar uns 4-5 anos até ela virar uma roda gigante, onde você terá mais chances de aproveitar a vista. Enquanto isso não se iluda, o seu ego pode estragar tudo. Escute seus sócios com atenção, dê voz ao seus funcionários, clientes e finalmente, coloque para dentro com a responsabilidade de onde você quer chegar, de forma bem estratégica e respondendo todos os por quês do seu ego, não deixe ele vencer… com certeza você olhará para trás e terá muito orgulho de ter cedido mais do que queria (talvez menos que deveria rs), mas ainda assim, isso é o futuro da sua empresa: startup escalável com ou sem você no meio do furacão o tempo todo.

Bons Negócios!

Talita Lombardi

Instagram Talita Lombardi

Twitter: @talilombardi

E-mail: talita@startupsstars.com

Fan Page do Startups Stars

Blog para Empreendedores

Youtube para Empreendedores