Sonhos dos funcionários: Hoje é um dia triste e ao mesmo tempo feliz… Uma das minhas “luzes” da influu pediu demissão… Pela segunda vez…

Foi e voltou e eu fiquei aqui, com o coração de mãezona doendo, com medo do que a pessoa vai ver por aí, pela perda na empresa e claro, pela saudade que sempre sinto daquela energia boa (sem falar da vontade que ele(a) tem de aprender).

Hoje vou te dizer que um líder até pode segurar outra pessoa na empresa, mas isso não pode acontecer todas as vezes.

Em toda minha carreira, já contratei, demiti, fui contratada e uma vez fui demitida.

É sempre um sentimento de saudade… mesmo para uma vida nova ou uma que vai recomeçar… quem fica sente até mais… mas quem vai, quando aperta, lembra que tinha (tem) um lugar quentinho para se aquecer nos dias frios.

Liderança vem com isso aí… já ouvi muito pessoas querendo “me comprar” quando decidi seguir outros caminhos, diferentes do que as empresas tinham traçado para mim, pois quem traça isso somos nós… a empresa precisa nos dar oportunidade e qualidade competitiva de vida.

Vocês tem isso? (Essa é a primeira coisa que você deve se perguntar quando um talento seu pede para sair…).

Se a resposta é não, repense tudo, além de um produto ou serviço ótimo, você precisa ter talentos ainda maiores… e eles que vão fazer que o detalhe seja feito, aquele que você nem precisa se preocupar tanto.

Enfim, aconteceu comigo mais uma vez… e eu achava que estava preparada, como comentei, pela segunda vez do “preciso falar com você”.

Sonhos dos funcionários: é hora de ouvir

Essa frase é normalmente para três coisas: não estou gostando disso, quero aumento ou quero sair…

As duas primeiras, são as menos difíceis de tratar, mas quando se trata de sair (não pelo motivo de outros empregos, que isso se encaixaria na segunda), mas sim, aquela pessoa que você aposta tanto e gosta tanto que cresce e descobre o que quer fazer e não tem nada a ver (diretamente) com sua empresa…

O que você faz? Bom, vou falar que eu disse “vai com minha benção”… porque a última coisa que quero é parar alguém talentoso pelo meu egoísmo de time perfeito, mas dói viu.

Essa pessoinha vai ler e pode ser que chore comigo… choremos juntos(as) e brindemos essa coragem linda que as pessoas tem quando resolvem seguir um novo caminho.

O importante nesse momento é ouvir, quando a pessoa decide ir de boa, sem motivação de ficar, mesmo que financeira, pois se você oferecer dinheiro, você vai adiar um “problema”….

Encara, a pessoa quer voar, abre a gaiola (que nunca esteve fechada), mas antes de dizer vai, conversa! Normalmente os líderes são mais velhos, então concentre-se em algo que você possa aconselhar e que seja bom, que seja válido, não tente só “meter medo”, mas fala a realidade com coisas boas e ruins que podem acontecer, apoiar é um dos desafios do líder.

“Vai com minha benção” – Fale de coração e peça pelo menos um tempo para você conseguir organizar um plano B, se não tiver…

Normalmente, essas pessoas não querem sair correndo, querem deixar tudo arrumadinho para que a porta continue sempre aberta. Se você tem um intraempreendedor com você, ele fará de tudo para que essa saída não tenha, tanta, perda.

Bom, você que é líder como eu, vai passar por isso várias vezes… eu que trabalho com negócios há 17 anos (repetitiva eu agora rs) já vivi isso algumas vezes e incrivelmente, foram pessoas que me doei para que elas enxerguem seus caminhos, comigo ou sem “migo”… 

Quem bom que eu possa ver tanta gente ficar, tanta gente abrindo novas frentes e fazendo nosso país esse tão diverso, com talentos em todas as áreas e com vontade de fazer.

Obrigada, emocionada e deixando sempre, sua porta aberta, Talita.

Instagram Talita Lombardi

Twitter: @talilombardi

E-mail: talita@startupsstars.com

Fan Page do Startups Stars

Blog para Empreendedores

Youtube para Empreendedores