Teve uma boa ideia e não tem capital? Confira essas dicas essenciais para ter sucesso na sua campanha de crowdfunding.

Quantas pessoas já tiveram ideias geniais de negócios lucrativos e não conseguiram sair do papel por falta de investimento? Isso porque elas não conheciam o crowdfunding.

Está cada vez mais difícil conseguir capital para financiar um negócio, principalmente nesse momento de crise em que o país anda.

É nesse momento que a Internet pode ser uma ótima aliada em alternativas de financiamento.

Existem plataformas colaborativas, onde empresas ou até mesmo pessoas cadastram seu projeto e esperam o apoio de várias pessoas que investem, normalmente, uma pequena quantia de dinheiro no seu projeto.

Esse processo é chamado de crowdfunding ou, em português, financiamento coletivo.

O modelo é simples: o empreendedor exibe sua ideia ao público através de vídeos, textos ou qualquer outro método, diz quanto de capital precisa arrecadar e em quanto tempo.

O público interessado na ideia decide se quer contribuir ou não e a quantidade de dinheiro que dará para o projeto.

Caso o projeto consiga o financiamento, a plataforma colaborativa ganha uma comissão, normalmente em torno 10%.

Caso não consiga chegar em sua meta o tipo de campanha que dita o que irá acontecer.

Na campanha flexível, você recebe o que arrecadou independente de ter alcançado a meta ou não, mas a comissão da plataforma aumenta.

Já na campanha tudo ou nada, o empreendedor sai de mãos vazias e os doadores recebem seu dinheiro de volta se a meta não for alcançada.

O interessante do crowdfunding é que pode ser utilizado para qualquer tipo de mercado, seja ele da área de tecnologia, cultura, industrial, saúde, enfim, tudo que você pensar pode ser encaixado em um projeto.

No Brasil, assim como no mundo todo, o crowdfunding está ganhando cada vez mais espaço, devido à visibilidade dos projetos. Por isso, é possível ver cada vez mais pessoas interessadas em anunciar e em investir.

Infelizmente, o maior empecilho do crowdfunding é a desconfiança e a falta de fé das pessoas em dar dinheiro em projetos que elas não conhecem todos os detalhes.

Projetos utilizando crowdfunding

Pra você ter uma ideia de como crowdfunding é popular, algumas grandes empresas que conhecemos hoje já utilizaram esse investimento coletivo, como a Wikipédia e também o Youtube.

De acordo com a Catarse, plataforma utilizada para financiamento coletivo, em 2016 foi arrecadado em torno de R$ 16,2 milhões. Ou seja, mais de R$ 30,00 por minuto. Incrível, não é?

Não sei se você lembra, mas em 2016 o Brasil teve seu primeiro filme de animação indicado ao Oscar. O filme se chama “O Menino e o Mundo” e como a produtora era pequena, pediu um financiamento coletivo para o filme se popularizar nos Estados Unidos.

Foi através do Catarse também, que o grupo O Teatro Mágico conseguiu investimento para uma turnê nacional. Além disso, através da plataforma a dupla ANAVITORIA lançou o seu primeiro disco.

Uma linda campanha para tratar câncer ocular no Centro de Oncologia Ocular do Amazonas foi realizada e muito apoiada através do financiamento coletivo.

Isso apenas na plataforma Catarse e em 2016.

Como criar uma campanha de crowdfunding de sucesso

Como já falamos, o financiamento coletivo é ótima ideia, mas não é tão fácil assim criar um que tenha sucesso.

É preciso de um planejamento e de organização para conseguir alcançar as pessoas certas e que você consiga transmitir a essência da ideia do seu projeto.

Cada plataforma tem um tipo de cadastro diferente, mas todas têm coisas em comum, título da campanha, descrição curta e longa e meta de arrecadamento.

Título da campanha

O título é o primeiro contato que o doador terá com seu projeto, por isso deve ser curto, direto e objetivo.

Deve explicar em poucas palavras sobre o que se trata a campanha e ter o nome do projeto.

Por exemplo, se você está procurando um financiamento para lançar um livro, é importante colocar no título a palavra livro e o nome da obra.

Assim, quem souber do seu projeto pode pesquisar pelo nome da obra e achará facilmente a campanha. E se houver alguém querendo investir em livros sem ter nenhum em mente, seu título com certeza chamará atenção.

Categoria da campanha

É importante que o seu projeto esteja inserido dentro da área correta do site para melhorar a navegação para os futuros doadores.

A maioria das plataformas de crowdfunding tem uma área chamada “Explore” separadas em categorias.

Por isso, antes de lançar sua campanha, veja em que categoria ela se encaixar melhor para classificá-la corretamente.

Imagem

Escolher a imagem da sua campanha de crowdfunding pode ser mais complicado do que parece, pois ela deve representar seu projeto.

Fotos pessoais transmitem mais emoções e dão maior credibilidade ao projeto, pois os doadores querem ver como você é, que é e o que faz seu projeto se diferenciar dos outros.

Utilizar imagens de bancos gratuitos pode ser uma furada. A imagem deve representar o seu projeto e por isso precisa ser intimamente ligada a você.

Descrição curta da campanha

A descrição curta é aquela que fica embaixo da imagem e deve ser super resumida, mas sempre deixando claro o que é sua campanha.

Essa descrição é a sua oportunidade de instigar as pessoas a abrirem seu projeto para ler mais sobre ele, então tenha calma e faça o melhor possível.

Descrição longa da campanha

Esse é o local de explicar o projeto, sua relevância, seu prazo e defender que você merece a contribuição.

O texto deve ser objetivo e esclarecer todas as possíveis dúvidas dos doadores: como e onde o dinheiro será investido, qual será o resultado final, o que sua campanha pretende.

É importante ressaltar que normalmente os detalhes técnicos são desnecessários, pois deixam a leitura cansativa e a maioria não vai entender do que se trata. Que tal colocar um link para um arquivo no Google Drive com essas informações?

As plataformas de crowdfunding oferecem a inserção de imagens e vídeos, utilize esse mecanismo.

Campanhas com vídeos tendem a arrecadar mais dinheiro do que campanhas sem vídeos.

O vídeo é uma forma do público te conhecer melhor e se sentir mais próximo da sua campanha.

Meta

A meta tem que ser realista, então sempre escolha o valor mínimo que você precisa.

Uma campanha com uma meta muito alta tende a não ser alcançada.

Sem falar que com uma meta menor, qualquer contribuição já é significante, fazendo as pessoas sentirem que qualquer doação pode fazer a diferença no seu projeto.

Prazo

A maioria dos sites tem um prazo máximo, então se informe antes de escolher que plataforma usar.

Quanto mais tempo a campanha ficar no ar, mais chances de chegar na meta.

Mas lembre-se, a maioria das plataformas demoram um pouco para liberar o dinheiro, então se for uma campanha com urgência, adeque seu cronograma para que dê tudo certo.

Recompensas

Oferecer recompensas é opcional, mas com certeza deixa sua campanha mais interessante.

Pense no que seu público gostaria de receber em troca da contribuição.

Normalmente, as campanhas que trabalham com recompensas aumentam o número de gratificações de acordo com o valor, deixando uma doação maior mais atraente para o doador.

Continuando o exemplo do livro: se ocorrer uma doação de R$ 50,00 você pode mandar para o doador um livro autografado,.

Já se for de R$ 100,00 você pode mandar uma história exclusiva para o doador e se for de R$ 200,00 você pode escrever um agradecimento especial dentro do livro.

Claro que quem decide as recompensas é você, sempre pensando na qualidade do seu produto.

Dicas para otimizar sua campanha de crowdfunding

Além de fazer uma boa descrição, colocar bons vídeos e ter uma boa proposta, algumas dicas podem ajudar o seu crowdfunding a ter mais sucesso.

Tenha um bom planejamento

Planejar sua campanha é essencial para atingir o maior número de pessoas possível.

É preciso ter um planejamento antes, durante e depois.

Um pré-lançamento da campanha pode ser uma boa ideia para começar a motivar as pessoas.

Quando a campanha começar, é interessante definir o período de divulgação nas redes sociais e por e-mail.

A maioria das pessoas recebe no início do mês, logo doam mais. Então se empenhe na divulgação nesse período.

E em relação ao depois, é sempre bom manter um bom relacionamento com os doadores.

Crie redes sociais para sua campanha

As redes sociais serão suas melhores aliadas para novas pessoas conhecerem a campanha.

Invista um bom tempo em criar uma página legal e convide todos seus amigos para curtir ou seguir.

Também existe a possibilidade de criar um evento no Facebook para marcar amigos e constantemente fazer atualizações.

Uma boa opção é investir em post pagos pelo Facebook, é um investimento que com certeza trará retorno.

As campanhas com maior sucesso no Brasil, tiveram as redes sociais como a maior divulgadora da campanha.

Peça ajuda de amigos e parentes

Não pense que apenas abrir a campanha e colar o link no Facebook vai ser suficiente para as pessoas doarem.

Não tenha vergonha de ir conversar pessoalmente com parentes, amigos e colegas através do Messenger, WhastApp e e-mails.

Convença da importância da sua campanha e os peça ajuda para divulgação e para doação.

Comemore o lançamento da campanha

No dia do lançamento da sua campanha, tire um tempo para fazer uma postagem nas redes sociais comemorando e aproveite para marcar todas as pessoas que você acredita que possam te ajudar.

Além de marcar o momento, mostra as pessoas que você está realmente empolgado com a campanha e que acredita no seu objetivo.

Se esforce para conseguir as primeiras doações

Pode parecer mentira, mas o mais difícil é receber a primeira contribuição.

Por isso, peça ajuda de amigos próximos e de parentes para que sua campanha comece a arrecadar.

Uma boa opção é gerar você mesmo boletos e mandar para pessoas que não tem a possibilidade de entrar na internet para acessar sua campanha, como seus avós e seus tios mais velhos.

Fazer a barrinha do progresso andar é de extrema importância para atrair outras pessoas.

Atualize sua campanha

Manter as pessoas informadas sobre como vai sua campanha é muito importante.

Informe para quem já doou da importância e contribuição da sua doação.

Para quem não doou, a mensagem precisa mostrar que a campanha continua e que qualquer contribuição fará diferença.

Contagem regressiva

Se sua campanha já está chegando na reta final, comemore!

O maior número de doações acontece no final, então aproveite.

Usando redes sociais, faça uma contagem regressiva diariamente. O sentimento de urgência tende a mobilizar as pessoas a fazer a doação que estavam pensando em fazer.

Sobre o convidado:

Geração Empreendedora, sua fonte de informação sobre o universo do empreendedorismo.