Oi gente!

Hoje aqui no blog, uma plataforma voltada ao mercado de free-lancers. Fundada no Rio de Janeiro, tivemos  entrevista respondida pelo fundador, Vitor Esteves! Confiram os detalhes da Tallybox!

O que é o Tallybox e como surgiu a ideia?

Tallybox é um sistema que auxilia profissionais liberais e free-lancers a gerenciar suas informações de pagamento, agendamento de compromissos com clientes e divulgando seus serviços em nossa rede de profissionais de forma rápida e segura.

O problema que o Tallybox resolve é a falta de organização com a parte administrativa e com a falta de um network

Tallybox

Tallybox

entre profissionais e clientes. Meu público alvo, como já citado, são profissionais liberais e free-lancers prestadores de serviço.

Qual foi o primeiro passo para tirar a ideia do papel!?

Abandonar completamente o CLT e me dedicar à uma nova rotina como PJ.

Qual o momento da startup?

Sistema tem recebido atualizações semanalmente. Tenho uma pessoa para postar em fanpage e fazer e-mail marketing. Minha esposa é designer e tem ajudado bastante na identidade visual. Busco potenciais clientes e chance de mostrar o meu serviço em canais de melhores veiculações.

Como enxerga a startup em 02 anos?

Clientes e Profissionais do ecossistema se conectando e criando parcerias estratégicas pela confiança que o sistema os deu. A intenção é o sistema servir como ecossistema de confiança dos usuários onde poderão se auto-consumir sem medo de calotes ou de “prostituições” que nem as plataformas de prestação de serviço atuais fazem.

Qual o modelo de negócios da plataforma?

Proposição de valor: organização e networking; Segmentos de clientes: profissional liberal e free-lancer que preste serviços e tenha clientes ativos. Preferência para profissionais que trabalhem por sessão (homem x hora);

Atividades chave: agendamento de compromissos, histórico de pagamento, histórico de serviços prestados, dados de clientes, rede de serviços interligados entre clientes x profissionais e profissionais x profissionais;

Parcerias estratégicas: Google Agenda, academias de dança e blogs de Negócios voltados para o MEI; Fontes de receita: mensalidade (3 tipos de planos) ou anuidade (mesma quantidade mas em valor reduzido). Para um futuro, quando atingirmos 200 usuários pagantes, temos planos de acrescentar novas formas de adquirir receita;

Estrutura de custos: servidor onde o sistema está implementado e time de marketing;

Recursos principais: atualmente todos trabalham home-office e os recursos atuais são todos supridos por nossos esforços. Usamos softwares livres; Canais de comunicação e distribuição: time de marketing com postagens no Facebook e disparos de e-mails marketing + chat na plataforma;

Relacionamento com o cliente: em geral, usamos o appear.in/tallybox para contato direto.

Por que escolheram o mercado que estão inseridos?

Além de eu fazer parte deste mercado como um membro ativo (sou analista de sistemas e crio lojas online, sites institucionais, sistemas legados), minha esposa é professora de dança e precisava de um sistema de controle apenas para ela usar. Testamos vários CRMs do mercado mas todos tinham informações demais que assustavam o freela que só queria organizar poucas informações. O sistema nasceu na simplicidade e sem necessidade de muito rodeio para cadastrar informações básicas.

Qual o diferencial competitivo da plataforma?

O diferencial é que focamos no MEI e lidamos diretamente com a necessidade básica dele: organização e network. Conseguimos fazer escambo entre funções: uma professora de dança consegue fazer uma troca de X aulas por Y horas de um desenvolvedor trabalhando em seu site. Unimos o cliente do massoterapeuta ao personal trainer que usa o sistema. Criamos uma linguagem limpa da toxidade onde o freelancer e profissional liberal poderá cobrar seu valor justo.

Por que decidiu empreender?

O mundo me levou à isso. Trabalhei por 10 anos em órgão público federal (ANP) e foi o tempo suficiente para eu fazer minha base. Com isso fui para o mercado pegar experiência trabalhando em multinacional (Capgemini) e Startups (Xtech Commerce). Adquiri o máximo de experiência possível nas mais variadas áreas antes de empreender para não ser o tipo de pessoa limitada em ter apenas uma visão. Fui peão e gerente antes de ter meu próprio Negócio e faço de tudo para me por no lugar da pessoa com quem negocio. Atualmente tenho uma cliente fixa que só aumenta, sistemas e freelas pintando à todo momento e uma equipe de pessoas que me ajudam a entregar estes projetos. Ainda não consigo me dar 100% ao Tallybox mas faço questão de dar atenção à prospecção de clientes e manter o sistema recebendo atualizações. Como uma das vértices do Tallybox é a negociação, tenho conseguido juntar muitas pessoas mesmo sem o uso do sistema, logo, não estou preso ao sistema para poder exercer a função de unir as pessoas e, com isso, tenho liberdade em ajudar uma cerimonialista mesmo que esta não seja cliente AINDA do Tallybox.

URLhttps://www.tallybox.com.br/

Fanpagehttps://www.facebook.com/TallyboxBr/

*O conteúdo do Startup da Vez é publicado pelo StartupsStars sem qualquer alteração nas respostas fornecidas pelas startups participantes e de exclusiva responsabilidade dos próprios.

Quero participar do Startup da Vez!

Beijos

Talita Lombardi

Instagram Talita Lombardi

Twitter: @talilombardi

E-mail: talita@startupsstars.com

Fan Page do Startups Stars

Blog de IntraEmpreendedorismo

Youtube para Empreendedores