Como estruturar seu site para ranquear no Google?

Por que ranquear no Google?

1 – As pesquisas do Google são extremamente qualificadas.

Ex.: “Comprar Tênis da Nike Vermelho”. Quando o resultado correto aparece para a pesquisa certa, uma venda ocorre. Portanto, aparecer nos primeiros lugares no Google é muito valioso para o seu negócio.

2 – Diminuir custos com propagandas.

Ex.: A palavra “Seguro de Vida” tem 14.800 pesquisas por mês no Google, o custo por clique estimado pelo próprio Google é de R$4,50. Ou seja, para receber 14.800 cliques no seu site pagando, o custo seria de R$66.600 por mês.

3 – Autoridade no Mercado

Aparecer na primeira página do Google é um reconhecimento imediato que vai te posicionar como autoridade de mercado. Isso significa, mais proposta de parcerias, mais vendas, entrevistas, etc.

Detalhe: Caso você não conheça o termo “SEO”, ele é um acrônimo para Search Engine Optimization. Em português, quer dizer: Otimização para os motores de busca. Resumido, melhorias para ranquear no Google (ou outras ferramentas).

Como ranquear no Google?

Essa é uma pergunta extremamente complexa. A resposta não é simples e não existe uma formula definida para todos os casos. O Google possui um complexo sistema para avaliar e ranquear os sites, existem mais de 200 fatores que definem quem vai aparecer na primeira página do sistema de buscas.

De maneira geral, podemos segmentar esses fatores em dois tipos:

1 – Melhorias fora do site (Off-Page SEO)

2 – Melhorias dentro do site. (On-Page SEO)

Meu objetivo neste artigo é focar no On-Page SEO, mostrar como aplicar um conceito de estrutura para te ajudar a potencializar seus resultados dentro do Google. Esse passo é de extrema importância durante o planejamento do seu site.

On-Page SEO

O primeiro passo para aprender SEO, é entender sobre H1, âncora, meta-tags, pesquisar palavras-chave, entre outros aspectos e conceitos importantes. Caso queira entender mais sobre os fundamentos, recomendo a leitura do backlinko.com.

No entanto, nós vamos entender aqui como estruturar seu site, ou seja, voltar ainda um passo antes. Vamos falar do esqueleto do seu site e como as páginas e subpáginas devem ser organizadas para que o Google entenda onde te posicionar.

Importante: O Google reconhece o seu site através dos textos e palavras, além da interação dos usuários com a sua página. Ele não consegue enxergar o layout igualmente um ser humano. Com uma estrutura correta, você vai se comunicar melhor com o Google.

Conhece a estrutura de Silo?

De acordo com o site dicio.com.br, silo significa: “Grande depósito, em forma de cilindro, feito de metal ou de cimento e destinado a armazenar cereais, forragem etc., que se carrega por cima e se descarrega por baixo.”

E o que é o Silo no mundo digital?

A estrutura Silo de um site é responsável pela organização da arquitetura das páginas, dando força para todo o site através do princípio de que a relevância passe por todo o site, de cima para baixo, como se fosse um silo de agricultura. Muito complicado?

Calma…

Para entender a estrutura de Silo, vamos fazer a seguinte comparação:

1 – Encontre todos os delicados brancos na imagem abaixo:

Figura 1

Figura 1

2 – Encontre todos os delicados vermelhos na imagem abaixo:

Figura 2

Figura 2

Evidente, que na segunda imagem é muito mais fácil realizar a tarefa. Pois os doces estão organizados em “silos”.

O mesmo acontece com o Google.

Quando o seu site está organizado como os delicados brancos, onde vários tópicos estão agrupados de forma desordenada, fica muito mais difícil para os robôs do Google definirem sobre o que é relevante no seu site. Consequentemente, seus resultados entre as primeiras posições serão piores.

Enquanto, na jarra com os delicados vermelhos, a estrutura é muito mais organizada. Seria o mesmo que estruturar seu site, com uma seção inteira de páginas sobre doces vermelhos, cuidadosamente interligados, apoiando uns aos outros e apoiando as palavras-chave que pretende ranquear. Dessa maneira, o Google entende quais são os termos relevantes do seu site.

Interconectando o site e “Link Juice”

 

E então, por que isso acontece?

Um dos principais fatores para ranqueamento no Google, é a quantidade e qualidade dos backlinks que seu site recebe.

Backlinks, são links que referenciam a sua página, citados por sites de terceiros. Esse links possuem uma certa quantidade de autoridade. Quanto maior, mais impacto positivo para o seu site.

A autoridade que um certo site transmite para o seu, é chamado de “Juice”, ou seja, “suco” em português. Quando mais suco seu site têm… Melhor!

E o Juice pode ser transmitido interconectando as diversas páginas do seu site. Você não precisa apenas ranquear para a página que recebeu o link, mas você pode interligar todas as páginas com uma estrutura de silo (de maneira organizada e focada).

Entenda as estruturas de Silo

Se você pesquisar por estrutura de silo no Google, vai encontrar vários métodos diferentes:

Estruturas de Silo

Estruturas de Silo

Confuso, né?

Você pode ficar perdido, cada “especialista” vai apontar uma solução como a melhor.

Então, como escolher alguma estrutura para organizar o seu site? Fique tranquilo, o mais importante é que você entenda como o Silo funciona. Lembrando, que o “suco” ou Juice flui de uma página para a outra, transferindo autoridade e assim ranqueando mais palavras.

O primeiro passo é, escolher as palavras mais relevantes para você ranquear. Utilize a ferramenta Keyword Planner, ou Planejador de Palavras-Chave do Google para descobrir quais os termos mais buscados no seu mercado. Link da ferramenta aqui.

Segundo passo, definir a dificuldade para ranquear na primeira página para cada uma dessas palavras-chave. Entre na primeira página do Google para cada uma delas e verifique a qualidade dos sites.


Depois de completo o trabalho de pesquisas, vamos para a estrutura:

1 – A palavras-chave mais importante e com mais competição, devem ficar no topo da sua estrutura. Por exemplo: Seguro.

2 – Nas subpáginas você deve separar as palavras por grupos. Por exemplo: Seguro de Carro em um grupo, Seguro de Vida em outro, Seguro de Saúde num terceiro.

3 – Em cada um desses grupos, você deve criar subpáginas. Exemplo: Seguro de Carro vai linkar com: Seguro de Carro Comparativo > Seguro de Carro Preço > Seguro de Carro São Paulo… Indo da página com termo mais relevante até a mais fácil de ranquear. Todos os termos vão ganhar autoridade na medida certa.

4 – Fechando o loop. Depois da autoridade passar por links de página em página, ela volta para o topo e passa Juice para o próximo Silo.

Se não ficou claro, confira na imagem abaixo:

Estrutura

Estrutura

As setas apontam o fluxo de autoridade. De onde vêm os links e quais são os destinos.

Entendemos o fluxo da estrutura de Silos na imagem acima, as principais palavras-chave recebem as citações de sites externos e eles passam para baixo essas referências, através dos links para as páginas de destinos dentro de um mesmo grupo.

Quando o fluxo termina, o resto do “Juice” passa para o fluxo seguinte, fechando o ciclo.

Planejamento!

Para otimizar o seu On-Page SEO, comece por conhecer as palavras-chave do seu mercado e criar uma estrutura correta para que o Google te reconheça como autoridade do mercado.

O trabalho certamente não termina aqui, mas pode ter certeza que está começando da maneira correta.

Lembrando que ranquear no Google depende muito de mercado e são inúmeros fatores, portanto é importante que você teste suas hipóteses e entenda que existem várias estruturas/fluxos diferentes para aplicar no seu site.

Sobre o Convidado:

Esse artigo foi escrito por Thiago Gonçalves, é um Guest Post sobre técnicas de SEO para ajudar a melhorar seus resultados com a busca orgânica do Google. Thiago é um dos fundadores da Oblige – Agência de Criação de Sites.