Quando você faz a coisa certa, de forma consistente, as pessoas com quem você convive e, que são impactadas, trazem muito mais energia para que você faça isso cada vez melhor. Elas se tornam impulsionadores para que você continue. E fazer a coisa certa está muito relacionado com aquilo que você acredita. Fazer a coisa certa, está 100% relacionado com quem você é! Quando você faz aquilo que quer, e tem 100% de verdade na execução, não há espaços para dúvidas.

Além disso, fazer a coisa certa traz uma importante lição: entender que o fracasso, que pode ocorrer no meio do caminho, é um grande aprendizado. Quando você percebe dessa forma, você então começa a não respeitar os fracassos, ou melhor, você para de dar poder a ele. Pára de permitir que ele cause estragos em sua vida, que outros fracassos já causaram. Você muda a perspectiva e é como se um novo mundo lhe estivesse sendo apresentado.

Porque quando você não está fazendo aquilo que você é, quando não está fazendo a coisa certa, o fracasso tem peso (machuca!). Você o empodera. Você permite que ele represente muito mais do que deveria. Ele deixa de ser um momento de aprendizagem, torna-se uma verdade e quando isso acontece, é muito provável que você deixe de fazer aquilo em que acredita.

Essa é outra reflexão que trago do Handson Startup Tour. Para que você entenda melhor, em cada país por onde nós passamos com a competição realizamos, um dia antes, um rehearsal – ensaio preparatório para os fundadores das startups que estarão no palco no dia seguinte. A ideia é fazer com que cada um dos deles possa melhorar sua história. Nada relacionado a mudança no produto que estão desenvolvendo ou na trajetória de suas vidas, é simplesmente ajudá-los a contar uma história consistente, de forma interessante e assertiva. Nesse momento eu dou feedbacks, que variam de acordo com a necessidade que observo em cada um dos participantes. Alguns acabam sendo um pouco mais duros. Quase sempre quando isso acontece, alguém diz “Rodrigo você tem que entender e respeitar as diferentes culturas”. Eu respeito! Porém tenho a convicção de que estou fazendo a coisa certa. Tenho a convicção de que estou fazendo o meu melhor. Que meu objetivo é causar algo extremamente positivo para todos os envolvidos.

Quando essa é verdadeiramente sua intenção e seu objetivo, por mais diferenças que existam na cultura, por mais diferenças que existam na capacidade do seu interlocutor de entender o que você está fazendo, ele vai respeitar. Importante dizer que, talvez, isso não ocorra num primeiro momento. A princípio ele pode até duvidar mesmo, e cá entre nós, isso é compreensível. Porém é a sua consistência quem vai derrubar essa barreira.

Outro ponto é: enquanto de um lado eu dou os feedbacks, do outro, possivelmente, eles estão me julgando. E o que acontece quando alguém te julga? Nesse caso específico a probabilidade de eles fazerem um julgamento de forma negativa, por se sentirem vulneráveis, é muito maior. Entretanto quando seu interlocutor percebe que aquilo que você está fazendo é sua verdade e tem a intenção de desenvolver algo melhor, a chance percentual dessa pessoa passar a respeitar aquilo que está fazendo é muito grande. Claro que há um risco envolvido, isso é um fato!  Pode acontecer de um ou outro, eu não conseguir converter, mas está tudo bem.

Percebo muita gente acaba não conseguindo assimilar esse processo e comete um baita pênalti: tentar convencer 100% das pessoas daquilo que vem fazendo.  Por isso eu disse e torno a repetir: fazer a coisa certa de forma consistente vai provocar o resultado que você deseja. Quando você segue por esse caminho e continua, aqueles que te julgaram até de forma negativa, passam a vir com você. Eles percebem que você permaneceu firme depois um, dois ou três anos, por exemplo. Então se você está fazendo a coisa certa, continue. Não desista. Não desista de fazer aquilo que você é! Não desista de fazer aquilo que você acredita.
Faça a coisa certa, sempre!

Rodrigo Barros

Empreendedor, Comunicador e Escritor

#versaobeta #handsOn

———————————————————————————————————————-

Saiba mais sobre meu livro VERSÃO BETA — DECIDA SER INCRÍVEL nos links abaixo:

www.rodrigobarros.com.br/livro

www.enkla.com.br/kitsversaobeta

Sigam-me nas redes sociais: sou @rodrigobarrostv em todas elas; no Snapchat sou rb.barros

http://handson.tv — Conteúdo em vídeo selecionado por empreendedores para empreendedores.

http://www.rodrigobarros.com.br/