Olá, Empreendedores!

Ótima sexta-feira a todos!

Hoje a novidade que trazemos vem diretamente do Rio de Janeiro, a startup carioca Travel Shopper. A plataforma será lançada nas próximas semanas, e irá reunir diversas opções de pacotes de viagens com suporte pós-venda através dos agentes de viagens locais credenciados. Tudo prático e com maior comodidade para quem quiser aproveitar a oportunidade de descansar e se divertir com menos preocupação.

Curtiu?! Que tal tirar uns dias e viajar?! Aguarde, e aproveite essa oportunidade!

Conversamos com Bruno Figueiredo Nogueira  Cofundador da Startup.

Confira o bate-papo a baixo:

1 – O que é sua startup e como surgiu a ideia?

Eu sou uma pessoa que gosta de usar Agências de Viagens para contratar minhas viagens, porque valorizo o trabalho diferenciado que elas oferecem. Já tive necessidade de cancelar uma viagem para Fortaleza com meu filho 3 semanas antes do embarque, porque tive uma crise de apendicite, e a agente de viagens que eu havia contratado resolveu tudo muito rapidamente, com pouco envolvimento meu (já que estava hospitalizado) e conseguiu reembolso completo. O grande problema é a contratação desse tipo de profissional, pois a maioria não tem condições de investir em mídias digitais, como site, blog e redes sociais. Eles acabam perdendo espaço para OTAs como Decolar e Hotel Urbano.

Em paralelo, se você pesquisar em sites como Reclame Aqui, vai ver que a maior parte dos problemas dessas OTAs é justamente no pós venda (alteração de data, inclusão de serviço ou passageiro, cancelamento, etc.), porque é feito por um 0800 de forma impessoal e sem muita flexibilidade.

A Travel Shopper surgiu a partir dessa necessidade do comprador de encontrar Agências de Viagens de uma forma mais simples, ganhando agilidade na compra e mantendo um pós venda menos impessoal que um 0800. Além disso, oferece um novo canal de relacionamento e captação de novos clientes para Agências de todos os tamanhos e de todo país.

Estamos negociando parcerias com as principais Operadoras do país, que são responsáveis por montar pacotes de viagens, para oferecer esses pacotes no Travel Shopper. Quando o cliente seleciona o pacote desejado ele escolhe uma das várias Agências próximas a ele, credenciadas pela Operadora, para dar continuidade na compra, adicionar serviços e dar todo suporte pós-venda.

2- Como enxerga sua startup em dois anos? Tem potencial de crescimento?

O mercado de turismo tem mudado bastante, tanto no Brasil como no mundo. O crescimento de vendas online de viagens tem crescido em toda América Latina, mas em especial no Brasil, que apresentou taxa de 24% de crescimento em 2014.

Nossa empresa é disruptiva no sentido de ser um marketplace que abre esse mercado para agências e operadoras de todos os tamanhos. Não temos nada similar no país e no mundo, por isso vejo um grande potencial de crescimento e espero em dois anos estar operacional no Brasil e olhando mercado como o americano, avaliando uma possível expansão internacional.

3- Qual é seu modelo de negócios?

As Operadoras, responsáveis por negociar tarifas com fornecedores (cias aéreas, hotéis, empresas de locação de carro, etc.) e montar os pacotes, não vendem para o cliente final. A venda é feita pelas Agências de Viagens, que ganham comissão pela venda.

Como vamos oferecer um novo canal de captação de clientes para as Agências, sem nenhum investimento inicial da parte delas, vamos ficar com uma parte da comissão paga pelas Operadoras, como uma forma de nos remunerar pelo investimento neste marketplace.

4 – Por que escolheu o mercado no qual está inserido?

O mercado de turismo, especialmente os de vendas online, tem apresentado um crescimento constante. O fenômeno Hotel Urbano e a compra da Submarino Viagens pela CVC por 80 Milhões demonstra o potencial desse mercado.

Em paralelo as Agência de pequeno e médio porte, que não podem concorrer com as OTAs por não terem dinheiro para investir em desenvolvimento, design, marketing digital, etc. Eles tem perdido cada vez mais clientes.

O Travel Shopper é um marketplace que vai oferecer para essas Agências um canal para brigarem com as OTAs e para os clientes uma nova experiência na compra e no pós venda de viagens online.

 

Site: www.travelshopper.me

Fase: Pré-operacional

Facebook: www.facebook.com/travelshopper.me

Eduardo Benjó

contato@lapresse.com.br

LaPresse – Assessoria de Imprensa para PME e Startups

Fan Page do StartupsStars