Oi, pessoal. Tudo certo?

Vocês já pensaram em como seria maravilhoso chegar em casa e através do seu smartphone abrir a porta da garagem do seu condomínio, acionar a segurança ou até mesmo pedir um cafezinho? A tecnologia está aí para isso, não é verdade. E é assim que a mineira Sii technology chega para facilitar a vida de quem trabalha ou mora em condomínios. A startup desenvolveu um sistema pensando no usuário final. Através do Sii Smart Buildings as pessoas terão o controle de todos os sistemas prediais e, ainda, poderão se comunicar via WhatsApp com todos os usuários do prédio. Quem conversou com a gente sobre o projeto foi o Vitor Almeida, CTO da empresa. Confira:

1 – O que é sua startup e como surgiu a ideia?

A Sii technology é uma empresa especializada no desenvolvimento de soluções para edificações. Nosso principal produto é o Sii Smart Buildings (Building Management System) que permite integrar os sistemas prediais (automação, segurança, prevenção a incêndios, alarmes), serviços (limpeza, segurança, manutenção) e gestão (ambientes, consumo de energia, sistema pay-per-use) e distribuí-los a todos os usuários através de seus Smartphones, levando em conta o seu perfil (cargo, função, preferências), localização interna e contexto (modo noturno, alarme, incêndio, feriado, dia a dia, etc.). Com isso se torna possível ter uma interface intuitiva e personalizada, criada em tempo real. “O prédio mais inteligente, eficiente e pessoal a cada dia. De verdade!”

2 – Qual o momento de sua startup?

Estamos em fase final de desenvolvimento, com dois contratos já fechados e com a instalação prevista para as próximas semanas. No momento estamos buscando parceiros estratégicos para nos ajudar a ter um melhor posicionamento no mercado e adquirir novos clientes. São grandes empresas públicas, privadas ou órgãos públicos com sede própria ou grandes escritórios em prédios comerciais.

3 – Qual foi o primeiro passo para tirar a ideia do papel?

Atuamos no mercado de automação predial e residencial há muitos anos (em outra empresa) e sempre vimos a necessidade de um sistema mais intuitivo para o público predial. Todos os sistemas que existiam eram feitos para a
equipe de TI operar, nunca para os ocupantes do prédio, como um todo. Assim, resolvemos desenvolver um sistema de integração predial com foco no usuário final, com uma interface dinâmica e intuitiva.

Para validar a ideia, eu e o CEO da empresa – Felipe Gásparo – fomos para a Universidade de Stanford fazer um curso sobre Inovação e Empreendedorismo. Lá validamos nossa ideia e criamos nosso modelo de negócios.Quando voltamos ao Brasil começamos a desenvolver o sistema e estruturar a empresa.

4 – Como enxerga sua startup em 02 anos? Tem potencial de crescimento?

Nosso plano para 2 anos é ser um grande player no mercado de prédios inteligentes no Brasil, dominando uma grande parcela do mercado. Além disso, já estamos fechando parcerias com grandes empresas multinacionais para começarmos nossas operações no exterior nesse período.

5 – Por que escolheu o mercado no qual está inserido?

Atuamos no mercado de BACS ( Building Automation and Control Systems). Ele engloba sistemas de controle e gestão prediais, segurança, controle de acesso, inteligência e outros. Este é um mercado em pleno crescimento, avaliado mundialmente em US$ 20BI e com previsão de crescimento para US$49BI até 2018. Escolhemos atuar neste mercado devido à nossa grande experiência no mesmo. Trabalhamos por diversos anos em uma empresa integradora de sistemas prediais e residenciais e, com isso, vimos um grande Gap no setor devido à falta de um produto que realmente atendesse às necessidades das grandes edificações, principalmente provendo redução de custos operacionais e eficiência energética dos mesmos.

 

Site: http://www.siitec.com

Fase: Em busca de parceiros estratégicos

Facebook: https://www.facebook.com/pages/Sii-technology/607896195976334?ref=ts&fref=ts

Yngrid Volkenandt

contato@lapresse.com.br

LaPresse – Assessoria de Imprensa para PME e Startups

Fan Page do Startups Stars