Boa Noite!

Hoje vamos começar uma semana diferente… Será uma semana especial em homenagem ao Dia Internacional Das Mulheres. Serão entrevistas com mulheres que fazem a diferença nesse mundo das startups, ainda masculino. Vamos aqui mostrar ideias fantásticas e a maneira que essas empreendedoras desenvolvem seus negócios. Para começar, conversamos com a Mestra Camila Haddad @Camila_haddad Co-Founder e COO da startup Cinese, mas que prefere dizer que sua função é ser a “Mestre de Obras”. A empresa tem com objetivo promover encontros incríveis e inteligentes, acho que isso pode ajudar muitos meetups aqui no Brasil, vamos conhecer um pouco mais sobre a Camila e sobre o projeto!?

O que é o Cinese?

“O Cinese é uma plataforma de crowdlearning (compartilhamento de conhecimento). Acreditamos em aprendizagem livre, sem barreiras, e que as cidades são por natureza um espaço de aprendizagem. Então, através do site, qualquer um pode propor um encontro com qualquer formato (workshop, roda de conversa, aula, bate papo), em qualquer lugar. A pessoa que propõe também decide data, horário e preço. O encontro automaticamente vai para o ar e qualquer um pode participar, se inscrevendo e fazendo o pagamento através da plataforma.”

Como surgiu a ideia?

“Eu estava fazendo um mestrado em meio ambiente e desenvolvimento sustentável em Londres. Já estava bem focada em consumo colaborativo, a ideia da troca e do compartilhamento como centro da economia. A Anna, minha irmã e co-fundadora, estava no Brasil, advogando, mas já muito embrenhada na área da educação, pesquisando novos meios de aprendizagem. Juntamos os dois e nasceu o Cinese.”

Qual a situação atual da sua startup?

‘Por enquanto estamos só com investimento pessoal. Estamos começando a conversar com possíveis apoios externos e considerar processos de aceleração.’

Quantas pessoas trabalham hoje no Cinese?

Hoje, 5. Eu, Anna, o Uiu (designer), o Kenzo (programador) e a Gi (gerente de comunidade).

Qual desafio atual da sua startup?

“Acho que estamos passando pela fase mais difícil, que é a de realmente se definir, focar atividades e parcerias e criar um modelo de negócio realmente sustentável.”

Quais os canais de divulgação você usa para chegar aos seus usuários? A estratégia é baseada para usuários de São Paulo ou já existem parcerias/divulgação em outros estados?

“Estamos criando uma comunidade forte, que se identifica com a proposta. A ideia é atingir o Brasil inteiro. Nos outros estados, temos o Programa Catalisadores, que basicamente identifica pessoas bacanas, que tem sinergia com o Cinese, e que ajudam a promover encontros no seu próprio Estado.”

Como foi o primeiro encontro promovido por vocês?

“O primeiro fez parte de uma série de encontros, que chamamos de Semana Cinética. Foi uma semana de encontros, um por dia, com diversos temas, todos gratuitos. Foram incríveis. Sem recursos e como site em fase de pré lançamento, movimentamos muita gente em torno de temas bem importantes.”

Como vocês pensam em rentabilizar a empresa?

“Hoje estamos monetizados em uma porcentagem do valor cobrado nos encontros pagos. Estamos pensando em alternativas escaláveis a longo prazo.”

Como você enxerga a empresa em 2 anos?

“Vejo o Cinese mais bem desenhado, mas bem aberto, horizontal, flexível, e mostrando ao que veio: transformando um pouquinho da nossa realidade, tanto no que tange à educação quanto no que se refere à forma como as pessoas se relacionam nas grandes cidades.”

Situação da Startup: Lançada

Site: cinese.me
Fase: Investimento Pessoal / Em busca de possíveis incubadoras

Fanpage: www.facebook.com/cinesebr

Twitter: @cinesebr

Linkedin: www.linkedin.com/company/cinese

Blog: blog.cinese.me

E-mail: hello@cinese.me

Vídeo:

[vimeo id=”http://vimeo.com/71427566#at=0” width=”600″ height=”350″]

Camila e equipe do Cinese, parabéns pela startup de vocês!  Vamos promover sim coisas legais para ajudar na evolução da nossa sociedade. Conte conosco do StartupsStars para a divulgação dos encontros!

Uma ótima semana a todos!

bjs

@talilombardi

Fan Page do Startups Stars

Minha Fan Page

Startups Stars no Google +