Bom dia..

Sabe qual o minha maior companheira sempre? A música. Ela começou na minha vida ainda na barriga da minha mãe, pois meu pai naquela época era músico. Então era um relacionamento próximo.. íntimo que as notas musicais tocavam diretamente com as batidas do coração da minha mãe e chegavam até mim…

A minha juventude não foi diferente.. ela me acompanhou de perto.. ditando as regras das festinhas em casa, eu inventando apresentações e fazendo com que minha irmã, meus primos e vizinhos acompanhassem aquele mico total, mas que fazia todo sentido.. Depois disso meu tio e minha avó abriram uma doceria e o meu gosto musical refinou, Leila Pinheiro tomou conta do meu coração (até hoje).

Desde de então passei por muitas fases, morei em muitas cidades, meu gosto ficou completamente eclético, até demais, minha mãe as vezes reclama, mas tento manter minha playlist da maneira que eu gosto, porque a música nada mais é algo que me encoraja a começar meu dia, algo que me conforta em dias solitários, sinto ainda uma força que as vezes chega a arrepiar meu corpo quando a música bate forte no meu coração.

As vezes pareço uma louca na rua, pois acho que até meus passos mudam quando estou com meu fone de ouvido.. é engraçado quando escuto um hip hop e logo depois Frank Sinatra, pois ele vem para me dizer que a vida é sim algo difícil, as vezes dolorosa como o hip hop, mas sempre que queremos podemos encontrar conforto e esperança em músicas lindas como as dele.

Tenham todos um bom dia!

@talilombardi