A saga dos empreendedores que querem algo a mais

Oi gente!

Quando as pessoas pensam em abrir uma startup já correm para desenvolver o sistema, o que não está errado, mas talvez esse não seja o primeiro passo. Em meus anos de experiência nesse meio pude notar quão diferente é quando a base do negócio não é apenas tecnológico: quando a base é de pessoas e outros detalhes que vou explicar ao longo desse post, com exemplos práticos de como enxergo o ecossistema de negócios.

Peixe Urbano

Vocês sabem que esse foi o meu primeiro amor tech. Trabalhar lá mudou a minha vida! O ecossistema era muito forte, principalmente quando se tratava dos funcionários…as mulheres eram as sereias, os homens tubarões… o escritório era o aquário e assim surgiam esses nomes que envolviam as pessoas de vendas. Os treinamentos eram presenciais com os líderes da empresa que passavam aquela paixão para o pessoal. Eu fui à dois momentos desses que me lembro como se fosse hoje a galera gritando: Dá-lhe PU!

Tínhamos então sistema + um cardume completamente comprometido e apaixonado… não era apenas uma startup.

Evento para Funcionários do Peixe Urbano em 2011

Evento para Funcionários do Peixe Urbano em 2011

SaferTaxi

Essa foi a primeira empresa tech que realmente fui líder. Eu ainda não conhecia o conceito de ecossistema, mas eu percebi que se eu trouxesse o taxista para perto eu teria grande sucesso. Por um bom tempo, consegui sim… mas o sistema não acompanhou os concorrentes e acabamos tendo que fechar no Brasil. Outros problemas aconteceram, mas eu senti a força de quando pessoas fora da empresa investem também eu seu negócio. Fui picada então pelo poder do fazer juntos… de explorar os stakeholders.

StartSe

Essa empresa eu não trabalhei, mas estive ao lado por um bom tempo. Trabalhávamos no mesmo espaço físico e vi a empresa crescer de 2 pessoas para mais de 30… era o caso perfeito de Ecossistema e não apenas de um sistema. Eles começaram com um portal de notícias e educação sobre startups, começaram a fazer eventos, mais conteúdo só que em vídeo e logicamente o B2B, que conecta startups à grandes empresas. Fantástico, inclusive, eles fizeram um vídeo explicando o que é um ecossistema de startups, confiram:

influu

Esse meu bebê está crescendo de forma incrível. Uni todas as boas experiências vividas e aprendidas para direcionar melhor a startup que entrei como sócia. Estou usando toda minha capacidade para ter um time multicultural, diverso, comprometido, apaixonado… ao mesmo tempo trazendo o influenciador para dentro de casa e claro, entregado para os clientes sempre novidades. Não esquecendo da capacitação, formação, networking de nossa rede! Logo logo vou contar mais sobre isso.

Acho que você conseguiu entender um pouco do que estou falando… Se ainda não, peço que leia o livro Organizações Exponenciais… ele fala muito sobre essa cultura de ecossistema e cita casos como Airbnb… quando você se sentir parte de alguma empresa, ela te ganhou pois pensou carinhosamente nisso.

Construir um ecossistema é pensar em quem é extremamente importante para seu negócio, trazer para próximo quem é indispensável, é agregar com medidas positivas de de crescimento para todos os lados. É dividir conhecimento, verba, investir em novidade e tecnologia. É tanta coisa que só se descobre com o seu direcionamento com o mercado que atua!

Bons negócios!

Talita Lombardi

Instagram Talita Lombardi

Twitter: @talilombardi

E-mail: talita@startupsstars.com

Fan Page do Startups Stars

Blog para Empreendedores

Youtube para Empreendedores