Mais uma inovação anunciada durante o Google I/O

Todos os anos o Google apresenta suas novidades durante o evento Google I/O. Esse ano, as coisas não foram diferente e a empresa surgiu novas tecnologias que estão chamando a atenção do mundo.

Depois de apresentar ao mundo o Google Duplex – um assistente que faz ligações e imita a voz humana – foi a vez de nós conhecermos o Android P, o novo sistema operacional que funciona através de Inteligência Artificial.

O Android P

Uma das primeiras novidades que pode ser observada no novo Android, é o fato de que o brilho da tela do aparelho só precisará ser configurado uma vez. A partir disso, o brilho se adaptará automaticamente, de acordo com o lugar em que você se encontra.

Assim, quando você sair de um prédio e ficar exposto ao sol, não precisará procurar a melhor posição para enxergar a tela do seu celular, pois o brilho se adaptará, tornando a mudança de ambiente imperceptível.

Os usuários do novo Android poderão fazer a opção – através das configurações – de utilizar a bateria adaptativa, ou seja, sua bateria poderá se adaptar ao uso do seu celular, dessa forma você conseguirá economizar a energia do seu aparelho.

A função permite que o android faça uma varredura no Smartphone, analisando qual foi o tempo de uso de cada aplicativo e os que forem menos usados ficarão com o seu funcionamento limitado, impedindo o envio de notificação e outras atividades que podem consomir a energia do seu telefone.

Também foi graças à inteligência artificial que se tornou possível a criação do App Actions. Essa ferramenta possibilitará que, a partir das escolhas que você já fez, o sistema se antecipe e te guie para locais que pareçam te agradar mais. Por exemplo: quando você for abrir o Spotify, ao invés de entrar na tela inicial, o App Actions te colocará na pasta do seu cantor favorito.

A última função que se adapta ao usuário é a função slice. Com ela, ao pesquisar um dos seus aplicativos no buscador do aparelho, você já terá suas informações completadas automaticamente. Por exemplo, se você pesquisar “uber”, o slice permitirá que o endereço da sua casa apareça, para que você possa abrir o aplicativo com o local de destino já preenchido.

O sistema de navegação foi pensado para ser feito através de gestos, por isso, muitas teclas e setas foram excluídas.

Android P

Android P

Fique menos tempo no Smartphone

Quem pensa que todos os esforços da empresa foram feitos com o intuito de nos manter ainda mais conectados, está completamente enganado. O Google também lançou uma iniciativa para o “bem estar digital”, tentando evitar que as pessoas passem o tempo todo absorvidas pela tela do Smartphone.

A principal ferramenta dessa ação recebeu o nome de Dashboard. Esse aplicativo tem o objetivo de calcular o tempo que você passa com o seu celular ligado, quantas horas você passa usando os seus aplicativos e quantas vezes você desbloqueia a tela do seu aparelho.

Além de disso, também é possível estipular um limite de tempo diário para o uso dos seus aplicativos. O Dashboard fará uma contagem regressiva para determinar o tempo que você já passou conectado e, se você passar do tempo estipulado, o ícone do aplicativo se tornará cinza, te avisando que você já estourou a sua cota.

Também há um recurso chamado Wind Down, relacionado ao fato de que o brilho da tela se adapta de forma automática. Através dessa ferramenta, você poderá selecionar um horário limite para usar o seu Smartphone. Conforme esse horário se aproxima, as cores da tela vão se tornar cada vez mais escuras, se aproximando do cinza.

Além de facilitar o sono – que pode ser atrapalhado por causa do excesso de luz dos aparelhos eletrônicos – esse recurso pode tornar a navegação entediante pela falta de cores.

Também será possível ativar um botão de “Não Perturbe”, que não permitirá que o aparelho toque, vibre ou acenda qualquer tipo de luz. Somente números selecionados poderão entrar em contato com você quando essa função estiver ativa.

Aparelhos que já podem usar o Android P

A versão Beta do Android P já está disponível para testes e, diferente das versões anteriores, o sistema está disponível para teste em outros aparelhos além da linha Pixel do Google.

Para testar o Android, você precisa se inscrever pela internet e o Google te enviará o sistema através de uma atualização OTA, aí você só precisa fazer a instalação.

Os aparelhos compatíveis são:

  • Essential Phone
  • Google Pixel 2
  • Google Pixel 2 XL
  • Google Pixel
  • Google Pixel XL
  • Nokia 7 Plus
  • OnePlus 6
  • Oppo R15 Pro
  • Sony Xperia XZ2
  • Vivo X21 UD
  • Vivo X21
  • Xiaomi Mi Mix 2S

 

Fontes: https://www.tecmundo.com.br/software/130074-digital-google-quer-voce-use-smartphone.htm

https://www.tecmundo.com.br/software/130066-tudo-sobre-android-p.htm

https://www.tecmundo.com.br/software/130064-beta-android-p-disponivel-veja-aparelhos-compativeis.htm

http://tecnologia.ig.com.br/2018-05-10/android-p-google-io.html