O que é a Amazon Alexa?

A Amazon Alexa é uma assistente virtual inteligente, que teve sua primeira versão lançada em 2014. Criada para ajudar os seres humanos, a Alexa é capaz de executar 33 mil tarefas.

Através de um simples comando de voz, você pode fazer com que a assistente coloque uma música para você ouvir, faça pesquisas na internet, cálculos matemáticos, leia notícias e muitas outras coisas.

Inspirada na nave Enterprise, da série e do filme de ficção científica “Star Trek”, a assistente já pode ser encontrada em carros, geladeiras, lavadoras, celulares, caixas de sons etc. A ideia é fazer com que as pessoas consigam realizar todas as suas tarefas de casa apenas com o uso do dispositivo.

A Alexa ainda não tem a opção de falar em português e, por isso, o produto ainda não foi lançado oficialmente no Brasil.

Apesar de ser uma grande inovação, a Alexia cometeu algumas falhas que deixaram a Amazon em uma situação delicada, especialmente em um momento no qual o mundo luta cada vez mais pelo direito à privacidade.

Primeiro, ela riu sozinha

No mês de março, começaram reclamações nas redes sociais de que a assistente começou a dar risada sem motivo algum.

Um dos usuários escreveu no Twitter:

“Eu estava tentando apagar as luzes, mas elas acendiam de novo. Depois da terceira tentativa, a Alexa parou de responder e começou a dar uma risada do mal. A risada não tinha a voz da Alexa, soava como uma pessoa real…”

A Amazon se manifestou com relação à esse incidente, afirmando que estava trabalhando para consertar o erro, porém não revelou qual foi a origem do problema.

Agora, ela grava e compartilha conversas

Um casal em Portland, Oregon (Estados Unidos), confiou no dispositivo da Amazon e instalou a assistente em todos os cômodos da casa.

A surpresa foi quando eles receberam um aviso de um amigo, dizendo que a Alexa havia enviado uma conversa do casal para ele. Os dois acharam a história muito estranha, mas se convenceram no momento em que o homem disse que eles estavam conversando sobre pisos de madeira.

Assustados, eles desligaram todos os dispositivos da casa e entraram em contato com a Amazon.

A empresa já confirmou que o erro aconteceu e um porta-voz afirmou que, provavelmente, o dispositivo acabou confundindo algum dos contextos da conversa e achou que se tratava dos comandos “Alexa’ – que é o comando para ele ligar – e “enviar”.

Entretanto, há mais um problema envolvido nesse relato. Teoricamente, a assistente precisa avisar que está se preparando para exercer uma função. Por exemplo: ela deveria ter dito que estava gravando a mensagem e que estava se preparando para enviá-la, mas nada disso aconteceu.

Uma das principais desconfianças da população sempre foi o fato de que a Alexa poderia gravar as conversas e enviar para outras pessoas, como uma forma de espionagem, porém a Amazon sempre defendeu que isso era impossível.

Apesar de a empresa ter, mais uma vez assegurado que o dispositivo não pode funcionar sem ser chamado pelo nome, nesse momento a empresa terá que fazer mais esforços para conquistar a confiança dos consumidores.

 

Fontes: https://www.tecmundo.com.br/produto/127948-assistente-digital-alexa-rindo-sozinha-aterrorizando-usuarios.htm

https://tecnologia.uol.com.br/noticias/redacao/2017/01/09/voce-sabe-o-que-e-alexa-assistente-pessoal-pode-invadir-sua-vida-em-breve.htm

http://money.cnn.com/2018/05/24/technology/alexa-secret-recording/index.html