Olá!
Hoje nós vamos falar do Dandelin, um aplicativo que foi criado como uma alternativa para quem quer cuidar da saúde com qualidade e por um preço acessível. O aplicativo foi criado em São Paulo e nossa entrevista foi respondida pelo CEO da empresa, Felipe Burattini.

1 – O que é o Dandelin e como surgiu a ideia?

Com o sistema de saúde atual do Brasil, a população torna-se refém das poucas opções para ser ter acesso a serviços médicos. Ou você paga valores altos para seguradoras e

Dandelin

Dandelin

arca com taxas de reajuste acima da inflação, ou você recorre ao SUS e se sujeita às longas filas de espera para conseguir uma consulta ou exame, ou você fica descoberto e recorre a clinicas populares e consultas particulares, que podem gerar custos extremamente altos.

O Dandelin surge como uma alternativa para uma grande parcela da população que está desassistida. O objetivo da nossa plataforma é democratizar a saúde no Brasil permitindo que todos tenham acesso a excelentes serviços médicos com o menor custo do mercado, enquanto médicos são remunerados de maneira justa. Para isso, aplicamos princípios da economia compartilhada, ou seja, os membros da comunidade dividem, igualitariamente, os custos reais da saúde mensalmente. Com isso, além de conseguirmos reduzir expressivamente os gastos que cada pessoa tem mensalmente para ter acesso a serviços de saúde, conseguimos aumentar em mais de 50% o valor de consulta para os médicos em comparação com o repasse efetuado pelas seguradoras e ainda tornamos possível cuidar dos outros enquanto cuidamos da nossa saúde.

2 – Qual o momento do seu aplicativo?

No momento estamos trabalhando do espaço de coworking e inovação Ahoy Berlin São Paulo. Não podemos divulgar o atual número de membros e médicos cadastrados por estarmos em fase de pré- lançamento.

3 – Qual foi o primeiro passo para tirar a ideia do papel?

A ideia surgiu em Berlim, onde o conceito de economia compartilhada é muito forte! Para tirar a ideia do papel o segredo foi parar de pensar em impedimentos, dificuldades, planejamentos e começar a fazer e refazer mesmo! Após muitas pesquisas, entrevistas, visitas a hospitais públicos e privados, validamos o problema e começamos a prototipar a solução, sempre interagindo com os usuários finais e adaptando o produto para atender suas reais necessidades!

4 – Como enxerga sua startup em 02 anos? Tem potencial de crescimento?

Sim, inclusive temos previsão de break-even em Junho de 2019 e de cash flow positivo no final de 2018.

5 – Qual é seu modelo de negócios?

Nosso modelo de negócio consiste em ter uma taxa de administração fixa que nunca aumentará em cima do valor mensal pago por cada membro.

6 – Por que escolheu o mercado no qual está inserido?

O mercado já está cansado das opções (ou falta delas) que tem atualmente quando se trata de seguro saúde. O paciente está cansado de pagar altos preços e ter o serviço que é oferecido pelas seguradoras, enquanto os médicos estão cansados de serem mal remunerados e serem tratados como são. O intuito da Dandelin é devolver o poder às pessoas, tanto ao médico quanto ao paciente.

7 – O mercado que atua possui diversos concorrentes, qual seu diferencial?

O valor que os membros deverão pagar e os médicos receber e os benefícios que ofereceremos serão determinados diretamente pela comunidade. Como não somos um seguro, não temos burocracias, taxas de reajuste ou carências e, além disso, oferecemos maior facilidade para que todos possam entrar. Dentro da Dandelin todos são iguais e têm acesso aos mesmos serviços, pagando o mesmo preço e os médicos são remunerados de maneira justa. Estamos promovendo a ideia de cuidarmos do próximo, além de usar uma parte do lucro para levar saúde àqueles que realmente não têm acesso.

8 – Por que decidiu empreender?

Porque eu nunca me conformei com o funcionamento do sistema de saúde no Brasil e em grande parte do mundo. Venho de uma família de médicos e vi como os seguros prejudicaram sua renda mensal enquanto via como os pacientes pagavam cada vez mais e tinham cada vez menos. Não entendia como o lucro dessas empresas era tão alto se atendiam uma parcela tão pequena da população, até que resolvi aplicar princípios de economia compartilhada para que os custos reais da saúde fossem divididos igualitariamente entre os membros da comunidade. Com isso percebi que é possível reduzir drasticamente os custos para pacientes enquanto aumentamos os ganhos por parte dos médicos. Percebi que se quisermos ver uma mudança real temos que mudar o sistema. Cansei de ver gente morrendo sem necessidade, gente tendo que optar entre ser saudável e se comprometer financeiramente ou ficar doente pra ter o que comer. Cansei de esperar uma solução vinda do governo ou empresas privadas e decidi ser essa mudança. Nós como comunidade podemos mudar o que quisermos, o sistema de saúde é só o começo.

9 – Se quiser, pode apresentar seu time =)

Felipe Burattini – CEO
Luiz Morcelli – CFO
Mara Redigolo – COO
Maurício Scanavacca – CMO (M de medical, não de marketing)

DESCONTO: Pré-cadastro com 20% de desconto no primeiro mês

URL: http://www.dandelin.io/

Facebook: https://www.facebook.com/dandelinapp/

Twitter: https://twitter.com/dandelinapp

Linkedin: https://www.linkedin.com/company/18174533/

*O conteúdo do Startup da Vez é publicado pelo StartupsStars sem qualquer alteração nas respostas fornecidas pelas startups participantes e de exclusiva responsabilidade dos próprios.

Quero participar do Startup da Vez!

Thaís Dias

Fan Page do Startups Stars

Instagram do SS

Blog de Empreendedorismo

Startups Stars no Google +