O que empreendedores mais precisam para fazer a sua startups terem sucesso

O empreendedorismo está em ascensão e por uma boa razão. Há mais fundos disponíveis do que nunca, além de que materiais educativos sobre como iniciar seu próprio negócio estão facilmente acessíveis e os centros de trabalho e inovação liderados pela comunidade estão aparecendo em todo o país. É um bom momento para se envolver na cena das startups – uma indústria que não vai desacelerar em breve.

Apesar da crescente popularidade do empreendedorismo, a cultura de startups traz consigo seu próprio conjunto de desafios e problemas que seus líderes devem comprometer-se a abordar. Listados abaixo estão várias coisas que você deve considerar e preparar antes de pular no lançamento de sua startup. Trabalhando juntos para superar esses obstáculos, fomentaremos coletivamente uma cultura que seja inclusiva, eficiente e valiosa para todos.

Um bom senso de tempo

Queremos dizer isso de duas maneiras: 1) Saber escolher o melhor momento para lançar sua empresa. Este é sempre um ato de equilíbrio determinado por um grande número de fatores, incluindo o vaivém de sua indústria, o sucesso ou a hesitação dos concorrentes, a disponibilidade de fundos iniciais e suas próprias circunstâncias pessoais; e 2) Ter o seu plano de negócios completo e fazer movimentos decisivos para construir o seu negócio rapidamente. Não estamos dizendo para se apressar. Aproveite o tempo necessário para desenvolver o seu plano com cuidado.

Dinheiro

Um tanto óbvio e, por isso mesmo, precisa ser dito aqui porque é definitivamente uma coisa que as startups precisam para ter sucesso. O quanto de dinheiro você precisa pode variar de acordo com o tipo de negócio que você quer abrir e há muitas maneiras diferentes de obtê-lo. Pode ser o dinheiro do seu próprio bolso (bootstrap), investimento-anjo ou dinheiro de empréstimos para pequenas empresas. Descubra qual caminho de financiamento é mais adequado para sua empresa e vá atrás.

Autodisciplina

Nós não estamos apenas falando de dinheiro aqui, mas, com certeza, exercitar o autocontrole e aderir ao seu orçamento é definitivamente uma obrigação e não é preciso contratar um contador para isso. Em todos os sentidos, gerir o seu próprio negócio – especialmente durante a fase de inicialização – exige disciplina em todas as áreas. Nossas dicas: decida com antecedência as metas para cada dia, para cada semana e para cada mês, ao invés de apenas decidir quais horas você vai trabalhar. É preciso haver um equilíbrio entre o trabalho e a vida, e não seremos nós quem irá sugerir que deixe a sua startup assumir a sua vida completamente. Entretanto, também é preciso lembrar que uma startup exige um pouco mais de trabalho do que as empresas já estabelecidas. Decida o que precisa ser cumprido  e quando, e force-se a manter seus objetivos. E não fuja do seu orçamento.

Flexibilidade

Se há algo que seja consistentemente verdadeiro sobre o lançamento de uma startup, é que muito pouco será consistentemente verdade. Quando você coloca tanto tempo, esforço e fé em um plano de negócio, construído em um modelo de negócios, é lógico que você tenha dificuldade em aceitar que talvez seja necessário modificar ou, pior ainda, desfazer e recriar inteiramente. Infelizmente, em qualquer ponto do processo – desde o conceito até estar de fato no negócio – podem surgir novos fatores que revelam que é preciso rever suas operações e alterá-las para funcionar melhor. Investir sua energia e emoções em um plano de negócios é o que um bom empresário faz. Ater-se a um método específico de ação não. Você deve constantemente estar atento a como ajustar o que você está fazendo para um maior sucesso e não ter medo de fazer essas mudanças.

Acompanhamento

Mesmo os planos de negócios mais engenhosos, fundados nas ideias mais inovadoras e visionárias, não são nada, se a pessoa no comando não tem perseverança, habilidades e conhecimento para levar todo o esforço para uma fruição bem-sucedida. No final das contas, saber como fazer algo é, sem dúvida, mais importante do que saber o que precisa ser feito. Ter a experiência na indústria a qual sua startup pertence e ter energia para sujar as mãos e fazer o trabalho pesado, são insubstituíveis quando se trata de fazer sua startup ter sucesso.

Agora que você teve a chance de entender o que é preciso para construir sua startup, deixe-nos saber se ainda há alguma dúvida através dos comentários. Se você já começou a sua startup, compartilhe seus pensamentos.

Sobre o convidado: 

Mikael Araújo é consultor de e-commerce pelo Sebrae do Ceará.

Use Facebook to Comment on this Post