Tecnologia a favor do setor de compra e venda de produtos e serviços

Os chamados e-commerces e marketplaces estão cada vez mais em alta, entenda o que é cada um e suas características

Comprar pela internet é um hábito cada vez mais difundido entre os consumidores. Antes algo que era visto como estranho e até perigoso, hoje faz parte do dia a dia, é mais prático e mais prazeroso, não precisa enfrentar filas de caixa e ainda pode desfrutar da alegria de receber o pacote no conforto da sua casa.

Com isso grandes empresas já estão no mundo do e-commerce e quem quer se tornar empreendedor muitas vezes têm optado por esse formato de loja virtual. E as vantagens de adotar esse modelo são inúmeras, como poder trabalhar de casa e não precisar alugar um espaço, além de não necessitar de muitos funcionários, porém se o seu volume de vendas é alto, as contas podem ser tão altas quanto.

Também há quem esqueça que esse tipo de empreendimento também precisa de boas estratégias de marketing, logística de estoque e entregas, além do gerenciamento das redes sociais, atendimento ao cliente e isso gera custos que sem uma boa gestão podem acarretar em mais prejuízos do que ter optado por uma loja física.

Outra opção que tem crescido bastante é o marketplace, um lugar onde a compra e a venda é realizada, que compreende tanto os espaços físicos quanto os virtuais. Exemplos de marketplace hoje: Posthaus, Zattini, Dafiti, Estante Virtual, The Beauty Box, entre outros. Você pode colocar seus produtos e esses sites se encarregam de realizar todo o processo de compra e venda.

As vantagens são inúmeras, por exemplo esses sites já possuem uma forte estrutura de marketing, logística de entrega e troca de produtos e um serviço bem estruturado de SAC. Para pequenos empreendedores essa pode ser uma alternativa para vender e divulgar seus produtos.

Sobre a convidada:

Jacqueline Gonçalo – Jornalista pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Use Facebook to Comment on this Post