Design Thinking: um conceito revolucionário, humano e criativo

Você sabe o que é Design Thinking? Esse conceito, que propõe um novo olhar ao se deparar com uma empresa, vem sendo cada vez mais aplicado no Brasil. O Design Thinking é uma forma de abordagem tomada do campo do design e adaptada às empresas e corporações.

Literalmente, o termo significa “pensamento do design”, ou pensar como designer. Para entender melhor, precisamos deixar o significado circunstancial da palavra “design” de lado um pouco e entender melhor essa palavra como “criação”, “projeção”, “plano”. Isso pode ajudar no entendimento do que é essa técnica e qual a razão de ela ter crescido tanto.

Dessa forma, esse conceito busca um processo menos formal, com mais empatia, para resolver questões e gerar resultados em um projeto, vem sendo cada vez mais utilizado tanto na gestão de pessoas, como nas empresas.

Parece um algo teórico demais, não é mesmo? Mas a aplicação na prática dentro das empresas vem se tornando cada vez mais uma realidade. Munidos de um novo olhar, às empresas que aplicam o Design Thinking estão buscando mais empatia, colocando as pessoas no centro do desenvolvimento de um projeto, gerando assim mais resultados interessantes a elas, e às empresas de modo financeiro. Esse paradigma também é focado em um estilo de trabalho colaborativo e interativo e um pensamento mais abdutivo, indutivo e livre.

Gestão de pessoas

Na gestão de pessoas, o Design Thinking começa ao ressaltar a criatividade de uma equipe, buscando fugir daquela rotina mais onerosa e olhar para cada funcionário como um indivíduo com experiências próprias e uma bagagem, que poderá fazer a diferença ao final do projeto. A princípio, analisa-se algo sob diferentes perspectivas, com bases culturais, sociais e significados, para somente depois olhar o ângulo do problema a ser resolvido.

Nessa premissa, a pessoa também é convidada a protagonizar a resolução dos problemas, o que leva ela a novos desafios e uma busca por diferentes ideias para solucionar aquilo.

Na organização do cotidiano das empresas para com seus funcionários, o design thinking acaba sendo aplicado na melhoria das experiências dos colaboradores com suas tarefas. O trabalho deve se tornar mais objetivo, produtivo, inovador e simples. Já os gestores devem ter empatia com seus funcionários, que poderão experimentar, buscar o diferente e ir além. O Design Thinking dá autonomia às suas equipes e ouve os desejos de seus funcionários e gestores.

Sobre a convidada:

Jacqueline Gonçalo – Jornalista pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Use Facebook to Comment on this Post