Boa tarde, pessoal. Tudo bem com vocês?

A startup que passa por aqui hoje é a Baú Vintage, que é um e-commerce colaborativo especializado em compra e venda de produtos vintage e antiguidades. A plataforma vende de tudo, desde biquínis, maiôs, até máquinas de escrever, molduras, entre outras coisas. Quem bateu um papo conosco foi a cofundadora Mariana Sobreiro. Confira como foi a nossa conversa:

1 – O que é sua startup e como surgiu a ideia?

Somos um portal de compra e venda online de produtos retrô e antiguidades. Reunimos em um só lugar produtos de qualidade, aprovados pela nossa curadoria, de pessoas físicas e pequenos produtores, trazendo à loja um mix exclusivo.
Oferecemos o ambiente online certo para vender produtos e/ou encontrar algum item que se esteja procurando. Nosso portal tem categorias bem definidas: vestuário, acessórios, colecionáveis, decoração, móveis e eletrônicos.
Ao realizar o cadastro, o cliente pode tanto fazer uma venda ou uma compra. Para a venda, o pré-cadastro do produto é feito, com fotos de qualidade e descrição do mesmo. Assim, o cadastro será aprovado pela nossa equipe para garantir que o produto se enquadre no contexto do site e que sua descrição/fotos são satisfatórias.
Nosso diferencial é termos uma grande gama de produtos em um só lugar com apelo vintage, retrô e antiguidades, sendo todos itens exclusivos por serem peças únicas ou produzidas em pequena quantidade.

2 – Qual foi o primeiro passo para tirar a ideia do papel?

Quando surgiu a ideia, começamos a pensar em todas as áreas do negócio e construímos um Canvas. A partir dele, conseguimos estruturar melhor nossa ideia e dar mais corpo à ela, partindo para o desenvolvimento de uma landing page para validação do negócio.LOGO

O Baú Vintage tem grande potencial de crescimento, dada a repercussão que o portal tem atingido desde o início de sua divulgação e pelo feedback positivo de nossos clientes e parceiros.
Sendo uma empresa do ramo da internet, não temos limites para nossa abrangência de negócio, sendo altamente escalável sem a necessidade de grandes investimentos físicos.

3 – Por que escolheu o mercado no qual está inserida?

O mercado de e-commerce chama muito a atenção pelos seus números, com crescimento nominal de 24% em 2014 com relação a 2013. Além disso, segundo dados do e-Bit, deste volume, 29% das transações acontecem através de marketplaces. E a tendência é de que esta porcentagem só crescer, por causa do número de pequenas empresas que veem no marketplace uma grande oportunidade para se inserir no mercado online.
Aliado a isso, o mercado vintage e retrô está em plena expansão. Dados do Google Trends mostram o crescimento do interesse por temas relacionados ao vintage, de 2009 para cá.

4 – Por que decidiu empreender?

Sempre gostamos muito da ideia de empreender. Desde cedo participamos de iniciativas de cunho empreendedor, como o MEJ (Movimento Empresa Júnior). E desde então continuamos buscando isso. Essa já é a segunda empresa que estou abrindo.

 

www.bauvintage.com.br

Fase: Aprimoramento do portal

facebook.com/bauvintage

instagram.com/bauvintage

Henrique Schmidt

contato@lapresse.com.br

LaPresse – Assessoria de Imprensa para PME e Startups

Fan Page do Startups Stars