Bom dia!

No mês passado, teve muito burburinho sobre a decisão da Globo de parar de compartilhar seu conteúdo em algumas redes sociais, para quem não viu a reportagem na íntegra, segue: Meio e Mensagem.

Então na aula da semana passada, o professor de Mídias Sociais disse que a decisão foi muito assertiva, o que me inspirou a escrever o post, pois consegui compreender com outro olhar sobre o caso.

No primeiro momento eu achei estranho uma empresa do tamanho da Globo simplesmente parar de compartilhar alguns links na sua fanpage, que conta com mais de 1,4 milhões de fans.  Isso não significou que eles não entendem a evolução e importância da internet. Eles continuam investindo no portal da globo.com e com programas estilo “on demand” de todo o conteúdo que eles geram no canal aberto, isso significa que eles sabem que os usuários tem nas mãos o poder de decisão de o que assistir.

Ser a pessoa responsável pelas mídias sociais, não é simplesmente sair abrindo páginas em todas as redes, mas sim, verificar a oportunidade de cada plataforma de acordo com o perfil da empresa. A interação com os usuários é sim muito importante, mas não significa que esse é o único meio ou melhor canal para essa comunicação, uma vez que existe limitação na hora da divulgação dos posts para os fans.

Além de tudo, o Facebook disponibiliza os seguidores de uma fan page para que outras pessoas façam anúncio para atingir esse público, assim como o Google faz com as palavras-chave, assim como todos queremos ter acesso ao público do concorrente. Cada empresa usa sua estratégia para ganhar dinheiro, para a Globo, não é interessante disponibilizar links de conteúdos, uma maneira de atrair de volta os usuários para acessarem a globo.com.

Até mais tarde com uma startup maravilhosa para nossos Pets =)

Bjs

@talilombardi

Fan Page do Startups Stars

Minha Fan Page

Startups Stars no Google +