Olá a todos!

O assunto que eu quero tratar hoje é um assunto que eu gosto muito e que ainda não é muito divulgado e nem muito conhecido no Brasil: o Tryvertising.

O próprio nome acaba dando o “spoiler” do que é exatamente a palavra: Try (teste) – vertising (propaganda). É basicamente fazer com que as características e o lançamento de um produto seja propagado pelas pessoas que testaram e aprovaram.

Isso dá muito mais credibilidade ao produto, trazendo uma parcela de realidade e passando uma imagem de maior proximidade com seus clientes, o que hoje é algo muito importante e que muitas empresas estão esquecendo.

A ideia básica é disponibilizar produtos, de preferência em tamanho reais e não como aquelas amostras grátis que a gente ganha em perfumaria no shopping, para que as pessoas possam testar o produto como um todo e depois opinar sobre isso. Impressionante como as pessoas realmente gostam de opinar sobre os produtos e se tornarem participativas, se sentindo um pouco donas do negocio também. Imaginem, nós sempre acabamos reclamando um pouco dos produtos, porque são poucos aqueles que se encaixam perfeitamente nas nossas necessidades. com o tryvertising temos a oportunidade de opinar e saber que essas opiniões, questionamentos e dúvidas serão de fato ouvidas e levadas em consideração.

Aqui no Brasil duas lojas tentaram fazer uma versão física: Sample Central e Clube Amostra Grátis. Eu particularmente fui cliente das duas na época e acredito que ainda tem muito o que evoluir, principalmente no quesito de conscientização das empresas. Ambas já fecharam suas portas e estão reformulando seu modelo de negócios. As empresas que forneciam os produtos quando, em fase teste, não havia cobrança, cortaram a parceria quando o serviço começou a ser cobrado.

O que eu acredito é que as empresas precisam entender que aquele orçamento de Pesquisa e Desenvolvimento que eles têm, em muitos casos seria muito melhor aplicado em um tryvertising do que em pesquisas gerais, porque no caso do tryvertising, há a escolha de um nicho e a necessidade de responder a pesquisa, ou seja, você escuta a opinião de alguém que tem o perfil do seu cliente ideal, e parte dele mesmo a iniciativa de falar sobre isso. Isso é ou não é mais valioso do que ter uma amostra de um universo que não necessariamente é o perfil do seu cliente, que pode estar mentindo, que pode estar com pressa, que pode não querer ser abordada pra falar, ou que está lá falando só pra ser paga por isso depois?

Ou seja, por mais irônico que possa parecer, não tenho certeza se os argumentos e divulgações que estão sendo feitas do tryvertising o Brasil estão seguindo o caminho correto, pois aparentemente, ainda não ficou claro pro mundo Business as vantagens enormes desse modelo.

E fica um questionamento no ar: O tryvertising tem sido feito somente com produtos até agora. E o tryvertising de serviços? Seria um modelo sustentável? O que vocês acham?

Eu vou pensar sobre o assunto também e dou minha opinião em algum post futuro.

try_vertising

Beijos e boa semana a todos!

@natnishida

Curtam a nossa fan page: https://www.facebook.com/StartupsStars

Use Facebook to Comment on this Post